Ciência e Tecnologia
publicado em 28/09/2012 às 11h05:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto:Beckman Institute/University of Illinois/Tufts University
Foto:Beckman Institute/University of Illinois/Tufts University
Nova tecnologia é biodegradável, compatível com organismos vivos e não deixa rastros Circuito é implantado sob a pele de um rato de laboratório
  « Anterior
Próxima »  
Nova tecnologia é biodegradável, compatível com organismos vivos e não deixa rastros
Circuito é implantado sob a pele de um rato de laboratório

Cientistas da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, criaram um circuito eletrônico biocompatível capaz de se dissolver no corpo após funcionar por um período de tempo determinado.

O dispositivo, criado em conjunto com o Beckman Institute e a University of Illinois, pode trazer avanços na área de saúde, como a criação de implantes médicos, por exemplo, que não precisarão ser retirados por cirurgia.

"Esses dispositivos são o oposto da eletrônica convencional cujos circuitos integrados são projetados para ter estabilidade física e eletrônica de longa duração. A nova tecnologia é biodegradável, compatível com organismos vivos e não deixa rastros", afirma o autor da pesquisa Fiorenzo Omenetto.

Omenetto e seus colegas colocaram o dispositivo eletrônico, feito de silício e magnésio, dentro de uma cápsula de proteína de seda. A estrutura da cápsula determina o tempo de dissolução, dias, semanas ou até anos.

"Como os materiais são extremamente finos e biodegradáveis, eles podem dissolver em minutos na água se forem projetados para isso", afirmam os cientistas.

Segundo eles, o controle dos materiais torna possível ajustar o tempo que o dispositivo leva para se dissolver. Omenetto e seus colegas descobriram como ajustar as propriedades da seda de modo que ela se degrade em uma grande variedade de intervalos.

Os investigadores demonstraram a eficácia da tecnologia por meio de testes de um dispositivo térmico desenhado para controlar e prevenir a infecção pós-cirúrgica em um modelo de rato.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Illinois1867
Pesquisador John Rogers explica como a tecnologia eletrônica biodegradável funciona.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Circuito eletrônico    implantes médicos    Universidade de Tufts    Fiorenzo Omenetto   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.