Geral
publicado em 29/09/2012 às 12h35:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, descobriram que baixos níveis de vitamina D estão associados a um risco significativamente maior de ataque cardíaco e morte precoce.

O estudo, que envolveu mais de 10 mil dinamarqueses, sugere que a deficiência da vitamina causa aumento da pressão arterial.

A deficiência de vitamina D tem sido tradicionalmente associada a problemas de saúde óssea. No entanto, resultados de estudos populacionais anteriores indicam que um baixo nível de vitamina esta importante pode também estar ligado a um maior risco de doença cardíaca isquêmica, que abrange ataque cardíaco, arteriosclerose coronária e angina.

A equipe comparou os níveis de vitamina D em amostras de sangue de 10 mil dinamarqueses de 1981 a 1983. Os participantes foram seguidos nos registros nacionais até a data atual.

"Nós examinamos a associação entre baixo nível de vitamina D e o risco de doença isquêmica e morte no maior estudo até à data. Observamos que pessoas com baixos níveis da vitamina são 40% mais propensas a doença cardíaca isquêmica, têm um risco 64% maior de ataque cardíaco e 57% maior de morte prematura. Os resultados mostraram ainda que elas são 81% maio propensas a morrer de doença cardíaca", afirma o pesquisador Peter Brøndum-Jacobsen.

Segundo o autor sênior, Børge Nordestgaard, com este tipo de estudo populacional, não é possível dizer qualquer coisa definitiva sobre uma possível relação causal. Mas é possível afirmar que há uma forte correlação estatística entre um baixo nível de vitamina D e o alto risco de doença cardíaca e morte precoce.

Agora, a equipe está trabalhando agora para determinar se a ligação entre o baixo nível de vitamina D e o risco de doença cardíaca é uma relação causal. Se isto for verdade, então, eles esperam causar uma mudança no padrão de prevenção da população mundial.

"A forma mais barata e fácil de obter quantidade suficiente de vitamina D é a exposição ao sol em intervalos regulares. Há muitas evidências de que o sol é bom, mas também é importante evitar ficar muito exposto, o que aumenta o risco de pele câncer", conclui Nordestgaard.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Vitamina D    doença cardíaca    ataque cardíaco    Universidade de Copenhague    Børge Nordestgaard   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.