Geral
publicado em 22/09/2012 às 20h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Embora desde 2007 uma série de patentes que começaram expirar representam oportunidade de incremento nas vendas da indústria de medicamentos genéricos, os medicamentos maduros, com registros entre os anos de 2000 e 2003, representam 85% do volume total de medicamentos vendidos em unidades no segmento. Em valor, a participação das drogas maduras chega a 79%.

Os dados são da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (ProGenéricos), com base nas estatísticas do IMS Health, instituto que audita o mercado farmacêutico no Brasil e no mundo.

De acordo com a entidade, isso significa que o mercado de genéricos está passando por uma fase de amadurecimento, o que deve sustentar o crescimento do setor nos próximos anos, a medida que médicos e consumidores forem migrando tratamentos para drogas mais modernas e com maior valor agregado. " Nossa meta é atingir 45% de participação de mercado até 2020. Mas, mais importante do que isso, é continuarmos promovendo acesso por meio de medicamentos seguros e eficazes" , afirma Telma Salles, presidente da ProGenéricos.

O resultado do estudo pode também ser confirmado na relação dos medicamentos genéricos mais vendidos no país. De acordo com o ranking das 20 drogas mais comercializadas, apenas 1 possui registro posterior a 2003.

Peso dos genéricos

O bom momento vivido pela economia brasileira nos últimos anos, que se converteu em aumento da renda da população, contribuiu de forma decisiva para o crescimento do mercado brasileiro de medicamentos. Ainda com a base nos dados da IMS Health, estudo da ProGenéricos concluiu que o mercado farmacêutico brasileiro cresceu 91,3% entre 2003 e 2011. Ao excluir a participação dos genéricos no mercado, o crescimento é bem mais modesto, ficando na casa dos 55,8%. Isso mostr5a o peso do segmento na indústria farmacêutica brasileira e na ampliação do acesso.

Com 101 laboratórios produtores, 391 fármacos registrados em 3331 apresentações comerciais, os genéricos hoje conseguem cobrir mais de 90% das necessidades de tratamentos medicamentosos no país. É a principal ferramenta de acesso disponível no país, respondendo por 65% dos produtos distribuídos pelo programa.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
genéricos    drogas "maduras"    IMS Health    Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos    ProGenéricos   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.