Geral
publicado em 19/09/2012 às 20h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A Food and Drug Administration dos EUA (FDA) aprovou o primeiro sistema de ultrassom para mulheres com tecido mamário denso que pode ser utilizado em conjunto com a mamografia padrão.

O dispositivo foi projetado para ajudar médicos e profissionais da saúde a detectar tumores menores, mesmo em mulheres com mamografia negativa e sem sintomas de câncer de mama.

O câncer de mama é a segunda principal causa de morte relacionada com câncer entre as mulheres. Este ano cerca de 226.870 mulheres serão diagnosticadas com câncer de mama e 39.510 morrerão da doença.

O Instituto Nacional do Câncer estima que cerca de 40% das mulheres submetidas à mamografia tem mamas densas. Essas mulheres apresentam um maior risco de câncer, com detecção geralmente em um estágio mais avançado e difícil de tratar.

Mamas densas têm uma elevada quantidade de tecido conjuntivo e glandular (tecido fibroglandular) em comparação com seios menos densos, que têm uma elevada quantidade de tecido adiposo.

Mamografia de mamas densas pode ser difícil de interpretar. Ambos os tecidos fibroglandulares e os tumores sólidos aparecem como áreas brancas na mamografia. Como resultado, o tecido mamário denso pode obscurecer os tumores menores, potencialmente atrasando a detecção do câncer de mama.

O ultrassom é eficaz na detecção de pequenas massas em mamas densas. Durante um exame de ultrassom, um dispositivo denominado transdutor dirige ondas de alta frequência para a porção do corpo a ser examinada. O software analisa as diferenças em como as ondas sonoras são refletidas de diferentes tecidos e retorna para o transdutor a fim de criar uma imagem que permite ao médico analisar anormalidades.

Agora, os pesquisadores aprovaram um transdutor especial do sistema somo-v Automated Breast Ultrasound (ABUS) capaz de verificar automaticamente toda a mama em cerca de um minuto para produzir várias imagens para análise.

Como parte do processo de aprovação, a FDA avaliou os resultados de um estudo clínico, no qual radiologistas foram convidados a avaliar mamografias sozinhas ou junto com imagens somo-v ABUS de 200 mulheres com mamas densas e mamografias negativas.

Os resultados mostram um aumento estatisticamente significativo na detecção de câncer de mama quando as imagens ABUS foram analisadas em conjunto com a mamografia, em comparação com a mamografia isoladamente.

"Um médico pode recomendar a triagem adicional com ultra-som, para as mulheres com tecido mamário denso e uma mamografia negativa. Somo-v ABUS é uma ferramenta de ultrassom segura e eficaz para o rastreio da mama", afirma Alberto Gutierrez, da FDA.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Mamografia    Ultrassom    Tecido mamário denso    Food and Drug Administration    FDA    Alberto Gutierrez   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Mamografia    ultrassom    tecido mamário denso    Food and Drug Administration    FDA    Alberto Gutierrez   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.