Geral
publicado em 15/09/2012 às 17h21:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Venilton Kuchler/SES/PR
Foto: Venilton Kuchler/SES/PR
Liberação do benzeno é maior durante a transferência da carga de combustível do caminhão para os tanques reservatórios. Médicos, enfermeiros e outros profissionais foram capacitados em Curitiba para melhorar a vigilância em saúde e a assistência dos trabalhadores dos postos de combustíveis.
  « Anterior
Próxima »  
Liberação do benzeno é maior durante a transferência da carga de combustível do caminhão para os tanques reservatórios.
Médicos, enfermeiros e outros profissionais foram capacitados em Curitiba para melhorar a vigilância em saúde e a assistência dos trabalhadores dos postos de combustíveis.

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná vai intensificar as fiscalizações em postos de combustíveis do Paraná a fim de avaliar as condições sanitárias e de saúde dos trabalhadores nestes locais. A partir da avaliação, os postos serão orientados sobre as medidas a serem adotadas para diminuir os riscos à saúde dos frentistas, mecânicos, atendentes e outros trabalhadores do posto. A principal preocupação é com a contaminação por benzeno, substância tóxica presente nos combustíveis.

Nesta semana, médicos, enfermeiros e outros profissionais foram capacitados em Curitiba para melhorar a vigilância em saúde e a assistência dos trabalhadores. Uma videoconferência também foi promovida para sensibilizar os técnicos das 22 regionais de saúde do estado. " Com o passar do tempo, a exposição ao benzeno pode causar sérios danos à saúde, podendo favorecer o desenvolvimento de doenças como o câncer" , disse o diretor do Centro Estadual de Saúde do Trabalhador, José Lúcio dos Santos.

Os sintomas de intoxicação crônica por benzeno são de difícil percepção, por isso é necessário realizar exames periódicos para avaliar a saúde desses trabalhadores. A liberação do benzeno é maior durante a transferência da carga de combustível do caminhão para os tanques reservatórios, mas também ocorre durante o abastecimento dos veículos. Por isso, toda a área de abrangência do posto de combustível é passível de contaminação.

Segundo o consultor da Secretaria da Saúde da Bahia, Alexandre Jacobina, que apresentou a experiência do estado, mesmo os postos de combustíveis com níveis aceitáveis de benzeno oferecem riscos. " Não há limite seguro para o benzeno. Além disso, não adianta o trabalhador ter equipamentos de proteção individual se não os utiliza de forma correta" , ressaltou.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Curitiba (Sindepospetro), Lairson Sena, os malefícios dessa substância são responsáveis pela maioria das queixas dos frentistas. " Eles reclamam principalmente de dor de cabeça, tontura, rinite e ardência na pele e nos olhos" , afirmou Senna.

O Sindepospetro já vistoria os postos da capital e mantém parcerias com o Ministério Público e secretarias estadual e municipal da Saúde. " Se encontrado irregularidade, o proprietário do posto tem 15 dias para saná-la. Caso não haja solução, o Ministério Público é acionado para a elaboração de um termo de ajustamento de conduta" , explicou Sena.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Saúde do trabalhador    postos de combustíveis    Paraná    Secretaria de Estado da Saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.