Geral
publicado em 10/09/2012 às 09h49:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Cannabica
A planta Cannabis, da qual se deriva a maconha
  « Anterior
Próxima »  
A planta Cannabis, da qual se deriva a maconha

Pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia (USC), nos EUA, encontraram uma ligação entre o uso de maconha e um risco maior de desenvolver subtipos de câncer testicular que tendem a ter um prognóstico pior.

Os resultados sugerem que os potenciais efeitos cancerígenos da maconha nas células testiculares devem ser considerados não só em decisões pessoais a respeito do uso recreativo de drogas, mas também quando a maconha e os seus derivados são utilizados para fins terapêuticos em pacientes jovens do sexo masculino.

A líder da pesquisa, Victoria Cortessis e seus colegas examinaram o histórico de uso de drogas em 163 jovens diagnosticados com câncer de testículo e comparou-o com o de 292 homens saudáveis da mesma idade e raça / etnia.

Os pesquisadores descobriram que os homens com um histórico de uso de maconha tinham duas vezes mais probabilidade de ter subtipos de câncer de testículo chamados tumores de células não-seminoma e misto germinativas. Estes tumores geralmente ocorrem em homens mais jovens e têm um prognóstico um pouco pior do que o subtipo seminoma.

As conclusões do estudo confirmam os resultados de dois relatórios anteriores que sugeriam uma possível ligação entre o uso de maconha e o câncer de testículo.

"Não sabemos o que a maconha desencadeia nos testículos que pode levar ao câncer, embora especulemos que a droga atue através do sistema endocanabinoide, a rede celular que responde ao ingrediente ativo da maconha, uma vez que este sistema tem-se mostrado importante na formação de esperma", afirma Cortessis.

A equipe descobriu ainda que os homens com um histórico de uso de cocaína tiveram um risco reduzido de ambos os subtipos de câncer de testículo. Embora seja desconhecido como a cocaína pode influenciar o risco de câncer de testículos, os autores suspeitam que a droga mata as células produtoras de espermatozoides, uma vez que tem mostrou esse efeito em animais testados.

"Uma vez que este é o primeiro estudo em que uma associação entre o uso de cocaína e menor risco de câncer de testículo é observada, estudos adicionais epidemiológicos são necessários para validar os resultados", conclui Cortessis.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Maconha    câncer de testículo    Universidade do Sul da Califórnia    Victoria Cortessis   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.