Geral
publicado em 03/09/2012 às 10h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: DiCYT
Pablo Botella, do Institute of Chemical Technology of Valencia, líder do estudo
  « Anterior
Próxima »  
Pablo Botella, do Institute of Chemical Technology of Valencia, líder do estudo

Cientistas espanhóis desenvolveram uma nova droga em escala nanométrica que combina terapia fototérmica e quimioterapia para ajudar a combater o câncer.

A abordagem mostrou bons resultados no tratamento de culturas de células de glioma humano em laboratório. Os resultados são interessantes para o tratamento de câncer de pele (melanoma), tumores sólidos e do sistema nervoso, tais como os gliomas.

O novo medicamento compreende partículas híbridas contendo aglomerados de nanopartículas de ouro protegidas por um revestimento de sílica poroso que incorpora moléculas de um medicamento antitumoral, o camptotecina.

As nanopartículas de ouro têm atividade fototérmica, absorvendo a luz gerada por um laser biomédico. O líder da pesquisa Pablo Botella, do Institute of Chemical Technology of Valencia, explica que enquanto os tecidos orgânicos são virtualmente transparentes para a radiação, a absorção pelas nanopartículas de ouro provoca um grande aumento de temperatura no local. "Quando isto ocorre no interior de uma célula cancerosa, a tensão interna elevada leva à sua destruição", afirma o pesquisador.

A acumulação destas nanopartículas em células cancerosas é favorecida pelo aumento da permeabilidade vascular que ocorre no tumor. Além disso, a disseminação de agentes quimioterapêuticos transportados elimina as células malignas que não são atingidas pelo laser. "Isto garante uma maior eficácia do que a terapia tradicional, e a ausência de efeitos secundários da droga antitumoral em outros tecidos saudáveis", explica o pesquisador Eduardo Fernández Jover.

Os pesquisadores concluíram a fase inicial de testes em culturas de células e, agora, planeja desenvolver a próxima fase com modelos animais de câncer de pele e gliomas. Entanto, eles ressaltam que ainda é cedo para começar ensaios clínicos com seres humanos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Nanodroga    quimioterapia    fototerapia    câncer de pele    Institute of Chemical Technology of Valencia    Pablo Botella   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.