Profissão Saúde
publicado em 31/08/2012 às 19h58:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Auxiliar as equipes de saúde em todo o país na assistência imediata às vítimas de queimaduras, reduzindo o agravo da lesão e o risco de morte. Este é o objetivo da ?Cartilha para Tratamento de Emergências das Queimaduras?, produzida pelo Ministério da Saúde e a Câmara Técnica de Queimaduras do Conselho Federal de Medicina. Com tiragem de 424.500 mil exemplares, o material já seguiu para as secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, Hospitais Gerais e Especializados, posto e centro de saúde, unidade básica, policlínica, pronto-socorro geral e especializado, pronto atendimento, entre outros serviços de saúde.

Em 17 páginas e com linguagem concisa e de fácil manuseio, o profissional encontra inicialmente, informações sobre o principal órgão atingido pelo agravo, a pele. Em seguida, vem o passo a passo para o atendimento inicial das vítimas de queimadura em diferentes graus (1º, 2º e 3º grau), muitas vezes com extrema gravidade e risco de morte. As orientações estão baseadas na análise da superfície do corpo afetada pela queimadura, na profundidade, na extensão do agravo, no agente causador e nas circunstâncias em que ocorreram as queimaduras.

Segundo informou a pasta, em 2011, foram 1.437 internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de Queimados e a taxa de óbito foi de 17,95% (258) das internações. Já em 2010, ocorreram 1.283 internações em UTI e deste quantitativo, 18,16% (233) foi o percentual de óbito por este agravo. O país conta com 45 unidades hospitalares habilitadas em assistência a vítima de queimaduras, espalhados pelas cinco regiões do país.

Panorama

De acordo com informações da cartilha, entre os casos de queimaduras notificados no país, a maior parte ocorre nas residências das vítimas e quase a metade das ocorrências envolve a participação de crianças. Entre as queimaduras mais comuns, tendo as crianças como vítimas, estão as decorrentes de escaldamentos (manipulação de líquidos quentes, como água fervente, pela curio característica da idade) e as que ocorrem em casos de vioência doméstica. Por sua vez, entre os adultos do sexo masculino, as queimaduras mais frequentes ocorrem em situações de trabalho.

O material ainda informa que, os idosos também compreendem um grupo de risco alto para queimaduras devido à sua menor capacidade de reação e às limitações físicas peculiares à sua idade avançada. Já para as mulheres adultas, os casos mais frequentes de queimaduras estão relacio às várias situações domésticas (como cozimento de alimen, acidentes com botijão de gás entre outros). De uma forma geral, para toda a população, as queimaduras devido ao uso de álcool líquido e outros inflamáveis são as predominantes. Outras formas muito comuns de queimaduras são as que ocorrem por agentes químicos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Queimaduras    Cartilha    Ministério da Saúde    MS    Emergência    Internação   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
queimaduras    cartilha    Ministério da Saúde    MS    emergência    internação   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.