Saúde Pública
publicado em 31/08/2012 às 12h17:00
   Dê o seu voto:

Casos de coqueluche em adolescentes e adultos podem dobrar em 20 anos

 
tamanho da letra
A-
A+

Todos os anos a coqueluche atinge 50 milhões de pessoas, provocando 300 mil mortes no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ao falar sobre as estratégias para a prevenção desta doença, a médica norte-americana Tina Q. Tan, professora da Northestern University Feinbert School of Medicine, em Chicago, advertiu que a proporção de adolescentes e adultos infectados por coqueluche pode dobrar em 20 anos, caso não sejam imunizados. A previsão é baseada em modelos estatísticos.

" Nos Estados Unidos, o CDC Centro de Prevenção e Controle de Doenças estima que há entre 800 mil a 3,3 milhões de casos de coqueluche em adolescentes e adultos por ano" , afirma a médica.

" No Brasil, o número de casos de coqueluche nessas faixas etárias é baixo, porém, certamente é substimado" , afirma a médica Lucia Bricks, diretora de Saúde Pública da Sanofi Pasteur, a divisão de vacinas do grupo Sanofi.

Causada pela bactéria Bordetella pertussis, a coqueluche pode ocorrer mais de uma vez na vida, porque a imunidade conferida pela doença e pela vacina declina com o passar do tempo. Nas crianças a coqueluche se manifesta de forma clássica: provoca tosse repetitiva, guincho e espasmos. Passada a infância, os sintomas se assemelham aos de outras doenças respiratórias, o que dificulta o diagnóstico. Sem saber que estão doentes, adolescentes e adultos são importantes transmissores da doença, principalmente para as crianças pequenas que ainda não foram imunizadas ou não completaram o esquema de vacinação.

De acordo com a médica Tina Q. Tan, o surto de coqueluche ocorrido em2009 na Califórnia deixou um saldo de 9.143 casos e 10 mortes, nove das quais ocorridas em bebês menores de dois meses. Cerca de 70% das pessoas internadas eram bebês com menos de seis de idades.

Casos no Brasil

No Brasil, a coqueluche já atingiu em 2012 pelo menos 1.472 brasileiros, provocando a morte de 33 pessoas, a maioria bebês, conforme apontam os dados do SINAN Sistema de Informação e Agravos de Notificações. No ano passado, foram 2001 casos, com 47 mortes. O volume dos casos representa mais que o triplo registrado em 2010 (533).

Em sua palestra, a médica Tina Q. Tan lembrou que, estudos internacionais em crianças infectadas pela bactéria Bordetella pertussis, revelaram que 75% delas foram contaminadas por membros da família, mais da metade por seus próprios pais.

Por isso esta médica ressaltou a importância da vacinação de reforço em adolescentes e adultos para proteger a saúde desta população e dos bebês. Neste particular, ela falou sobre programas de vacinação direcionados a gestantes, mulheres após o parto, membros da família do bebê e profissionais de saúde.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Casos de coqueluche em adolescentes e adultos podem dobrar em 20 anos
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Casos de coqueluche em adolescentes e adultos podem dobrar em 20 anos


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
coqueluche    Northestern University Feinbert School of Medicine    Tina Q. Tan   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.