Profissão Saúde
publicado em 31/08/2012 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Tyler Olson/Foto Stock
Exposição frequente a campos magnéticos gerados por ressonância magnética diminui habilidades mentais de médicos e pacientes
  « Anterior
Próxima »  
Exposição frequente a campos magnéticos gerados por ressonância magnética diminui habilidades mentais de médicos e pacientes

Exposição frequente a campos magnéticos gerados por ressonância magnética pode diminuir as habilidades mentais de uma pessoa, de acordo com estudo realizado na Universidade de Utrecht, na Holanda.

A pesquisa revela que os efeitos foram mais acentuados em tarefas que exigiam altos níveis de memória de trabalho e pode ter implicações para médicos que trabalham nas imediações da ressonância magnética.

Junto com as ondas de rádio, a ressonância magnética utiliza campos magnéticos fortes para obter imagens detalhadas do cérebro e da coluna vertebral. Três tipos de campos magnéticos, estático, gradiente e radiofrequência, são usados para criar uma imagem de ressonância.

Mesmo quando não está ocorrendo análise de um paciente, o campo magnético estático está sempre presente.

A equipe, liderada por Hans Kromhout, recrutou 30 voluntários que foram expostos a um campo magnético estático de MRI de zero; 0,5 (médio) e 1 (alto). Cada exposição foi realizada com uma semana de intervalo. Após cada exposição, os voluntários receberam 12 tarefas mentais cronometradas para testar suas habilidades.

Os resultados mostraram que a exposição ao campo magnético estático médio e alto teve um efeito significativo sobre as funções gerais, tais como concentração, atenção e percepção visual e espacial.

Após a exposição a esses campos magnéticos, os voluntários levaram de 5 a 21% mais tempo para completar tarefas mentais complexas, que dependem da memória de trabalho.

Os autores afirmam que a introdução de máquinas de ressonância magnética cada vez mais poderosas elevou os níveis de exposição a campos magnéticos estáticos para pacientes e médicos.

Segundo os pesquisadores, as implicações exatas e os mecanismos desses efeitos sutis e agudos na prática ainda não estão claros. Eles sugerem que mais estudos são necessários.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Ressonância magnética    campos magnéticos    memória    Universidade de Utrecht    Hans Kromhout   
Comentários:
Comentar
diego ariel gomez
postado em:
14/11/2012 03:55:19
eu quero ter certeza di iso, podime dizer onde encontrar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.