Ciência e Tecnologia
publicado em 31/08/2012 às 11h35:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Zara Osterman/Saint Mary's College
Foto: Zara Osterman/Saint Mary's College
Dispositivo de papel demora cinco minutos para fazer o rastreamento Toni Barstis, Diana Vega Pantoja e Elizabeth Bajema (da dir. p/ esq.), em laboratório
  « Anterior
Próxima »  
Dispositivo de papel demora cinco minutos para fazer o rastreamento
Toni Barstis, Diana Vega Pantoja e Elizabeth Bajema (da dir. p/ esq.), em laboratório

Cientistas do Saint Mary's College, nos EUA, desenvolveram uma ferramenta feita de papel capaz de detectar analgésicos falsificados.

O dispositivo de análise de papel (DAP) é do tamanho de um cartão e oferece resultados em menos de cinco minutos.

No futuro, os pesquisadores esperam que a tecnologia possa detectar outros medicamentos falsos que prometem cura para várias doenças, desde malária à gripe.

A equipe, liderada por Toni Barstis, modificou uma tecnologia de papel pré-existente para desenvolver PADs que detectam a presença de Panadol. Panadol é um dos nomes para o medicamento acetaminofeno que combate a dor e febre.

"Panadol é um dos analgésicos mais falsificados em todo o mundo. No passado, podíamos simplesmente olhar para a embalagem e saber se o medicamento era falsificado. Agora, eles fazem um trabalho tão bom com o design da embalagem que é difícil determinar se ele é verdadeiro ou falso", afirma Barstis.

A nova ferramenta usa um papel quimicamente tratado, que se assemelha a um cartão. Para verificar se há ingredientes falsificados, uma pessoa simplesmente coloca a pílula sobre PAD e mergulha o PAD na água. Mudanças de cor no papel indicam ingredientes suspeitos e autênticos. A triagem leva menos de cinco minutos, e pode ser feita pelo consumidor. A técnica contraria testes de alta tecnologia que podem levar de 3 a 6 meses.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, cerca de 10% dos medicamentos no mundo são falsificados. Estimativas são ainda maiores nos países pobres e em desenvolvimento no sudeste da Ásia e da África, onde os últimos relatórios declararam que um terço dos medicamentos testados é falso.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Analgésicos    Medicamentos falsificados    Acetaminofeno    Saint Mary's College    Toni Barstis   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Analgésicos    medicamentos falsificados    acetaminofeno    Saint Mary's College    Toni Barstis   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.