Saúde Pública
publicado em 30/08/2012 às 12h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: David Castillo Dominici/Foto Stock
Pesquisa sugere que pessoas passam gripe para outras antes de saberem que estão infectadas
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisa sugere que pessoas passam gripe para outras antes de saberem que estão infectadas

Cientistas do Imperial College London, no Reino Unido, descobriram que a transmissão do vírus da gripe ocorre antes do aparecimento dos sintomas.

A pesquisa, realizada com furões, sugere que se o mesmo acontecer entre os humanos, isso significa que as pessoas passam gripe para outras pessoas antes de saberem que estão infectadas, o que torna muito difícil o combate a epidemias.

Saber que as pessoas são infecciosas antes que elas tenham sintomas é importante para ajudar as autoridades a planejar ações para uma epidemia.

O estudo, publicado na revista PLoS One, é o primeiro a investigar a questão em um modelo animal. Os furões são comumente usados em pesquisa contra a gripe, porque são suscetíveis às mesmas cepas de vírus e mostram sintomas semelhantes aos seres humanos.

A equipe colocou furões com gripe em contato com furões não infectados por curtos períodos em diferentes estágios após a infecção.

A cepa da gripe utilizado no estudo foi retirada da pandemia de gripe suína 2009, que matou cerca de 300 mil pessoas no mundo.

Os pesquisadores descobriram que os furões foram capazes de passar gripe para outras pessoas apenas 24 horas depois de se tornarem infectados quando os animais não apresentaram nenhum sintoma. A febre apareceu apenas 45 horas após a infecção e os animais começaram a espirrar após 48 horas.

Nos estágios finais da infecção, depois de cinco ou seis dias, a gripe era transmitida com muito menos frequência, sugerindo que as pessoas podem voltar ao trabalho ou à escola logo após o desaparecimento dos sintomas, com pouco risco de passar a gripe a outras pessoas.

"Este resultado tem implicações importantes para estratégias de planejamento a fim de combater uma pandemia. Isso significa que a disseminação da gripe é muito difícil de ser controlada, mesmo com auto-diagnóstico e medidas, tais como exames de temperatura nos aeroportos. Isso também significa que os médicos e enfermeiros que não recebem a vacina da gripe estão colocando seus pacientes em risco porque podem transmitir uma infecção quando não sabem que estão infectados", conclui a líder da pesquisa Wendy Barclay.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Gripe    Vírus da gripe    Transmissão    Epidemia    Pandemia    Imperial College London    Wendy Barclay   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Gripe    vírus da gripe    transmissão    epidemia    pandemia    Imperial College London    Wendy Barclay   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.