Geral
publicado em 21/08/2012 às 17h25:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Aleksandar Todorovic/Foto Stock
Pessoas que mantém higiene oral em dia têm menor risco de desenvolver demência
  « Anterior
Próxima »  
Pessoas que mantém higiene oral em dia têm menor risco de desenvolver demência

Pessoas que mantêm seus dentes e gengivas saudáveis através da escovação e do uso de fio dental regular têm menor risco de desenvolver demência mais tarde na vida, de acordo com estudo de pesquisadores da University of Southern California, nos EUA.

A pesquisa sugere que pessoas que escovam os dentes ou usam fio dental menos de uma vez ao dia apresentam até 65% mais probabilidades de desenvolver declínio mental.

"Mostramos que não só o estado mental de uma pessoa prevê que tipo de hábitos de saúde bucal ela pratica, mas sim sua higiene pessoal influencia o aparecimento ou não de demência", afirma a líder da pesquisa Annlia Paganini-Hill.

A gengivite causada por bactérias está envolvida em uma série de condições, incluindo acidente vascular cerebral, doença cardíaca e diabetes.

Estudos anteriores também descobriram que as pessoas com doença de Alzheimer, a forma mais comum de demência, tinham mais bactérias relacionadas à gengivite em seus cérebros do que uma pessoa sem a doença de Alzheimer.

Os cientistas acreditam que as bactérias que causam doença da gengiva podem entrar no cérebro, causando inflamação e danos cerebrais.

Paganini-Hill e sua equipe seguiram 5,468 moradores de uma comunidade de aposentados da California entre 1992 e 2010. Quando o estudo começou, os participantes tinham idades entre 52 e 105 anos, com uma idade média de 81.

Todos estavam livres de demência no início da pesquisa e responderam a perguntas sobre seus hábitos de saúde bucal, a condição dos dentes e se usavam dentadura.

De 78 mulheres que disseram que escovavam os dentes menos de uma vez por dia em 1992, 21 tinham demência em 2010, ou cerca de um caso por 3,7 mulheres.

Os resultados sugerem uma possibilidade de 65% maior de demência entre mulheres que praticavam menos hábitos de higiene bucal diariamente.

Entre os homens, o efeito foi menos pronunciado, com cerca de 22% mais risco de demência entre aqueles que escovavam os dentes de forma menos regular.

A equipe ressalta que o estudo é limitado, mas alerta que a negligência com a saúde bucal pode ser um sinal de vulnerabilidade precoce para demência.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Higiene bucal    escovação    demência    University of Southern California    Annlia Paganini-Hill   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.