Geral
publicado em 19/08/2012 às 09h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Rodolfo Oliveira/Ag. Pará
Foto: Rodolfo Oliveira/Ag. Pará
Foto: Rodolfo Oliveira/Ag. Pará
Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB) Marta Costa, coordenadora Estadual de Oncologia do Estado Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB)
  « Anterior
Próxima »  
Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB)
Marta Costa, coordenadora Estadual de Oncologia do Estado
Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB)

Inaugurada no início desta semana, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), em Belém, vai ajudar a suprir a necessidade urgente da população diagnosticada com câncer no Pará. A Unacon está inserida no Plano Estadual de Atenção Oncológica, que prevê a criação de outras três unidades nas macrorregiões de Belém, Santarém e Tucuruí.

" Com todas as unidades funcionando, o Estado estará todo coberto para o atendimento oncológico. Isso fará com que os hospitais da capital, como o Ophir Loyola, sejam desafogados e possam garantir uma assistência maior e com mais qualidade aos pacientes" , afirma a coordenadora Estadual de Oncologia do Estado, Marta Costa, para quem a situação do câncer é preocupante, tanto em nível nacional quanto estadual.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que a estimativa para 2012 entre a população masculina no Pará é de 930 novos casos relacionados à próstata, 430 de estômago, 270 de traquéia, brônquio e pulmão e 150 de colon de reto. " Entre os homens, os casos de câncer no estomago são mais comuns devido aos maus hábitos alimentares, principalmente o excesso de sal e alimentos condimentados" , explica a coordenadora.

Já entre as mulheres, a estimativa aponta 810 novos casos de colo de útero, 740 de mama, 250 de estômago e 240 de câncer de tireóide. Além disso, de cada mil casos de câncer em geral, 50% requerem cirurgia oncológica, 70% quimioterapia e 60% radioterapia. " Enquanto que em todo o Brasil as mulheres apresentam, com maior freqüência, casos de câncer de mama, no Pará a incidência maior é de câncer de colo de útero. Isto é preocupante, pois a prevenção para este tipo de câncer se dá de forma simples, através do exame papanicolau, conhecido como preventivo (PCCU)" , ressalta Marta.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Unidade de Alta Complexidade em Oncologia    Unacon    Plano Estadual de Atenção Oncológica    Pará    Belém    Hospital Universitário João de Barros Barreto   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.