Geral
publicado em 15/08/2012 às 21h37:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: SESA
Cinquenta pacientes passaramm por avaliação clínica com o médico ortopedista Elifaz Cabral, que atua em Rondônia pelo Ministério da Saúde
  « Anterior
Próxima »  
Cinquenta pacientes passaramm por avaliação clínica com o médico ortopedista Elifaz Cabral, que atua em Rondônia pelo Ministério da Saúde

O Paraná vai realizar um mutirão de cirurgias para reabilitação em pacientes com deformidades causadas pela hanseníase (lepra). Desde maio deste ano, 11 pessoas já passaram pelo procedimento. Nesta quarta (15) e quinta-feira (16) mais 50 pacientes passam por avaliação clínica com o médico ortopedista.

O objetivo da avaliação é definir se há necessidade de cirurgia ou de tratamento fisioterapêutico. A Secretaria da Saúde estima que existam 150 pacientes curados da hanseníase, mas que ainda sofrem com as deformidades deixadas pela doença.

Toda a assistência é oferecida no Centro Hospitalar de Reabilitação Ana Carolina Moura Xavier, em Curitiba.

Os pacientes que precisarem de cirurgia serão operados a partir do mês de outubro, durante mutirão coordenado por Elifaz Cabral, que servirá também para a formação de novas equipes especializadas. Hoje, apenas dois médicos cirurgiões do Centro de Reabilitação estão aptos a realizar o procedimento.

Uma equipe multidisciplinar, com médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais, está à disposição dos pacientes. " O Paraná tem aqui uma estrutura de Primeiro Mundo e que dá totais condições para um atendimento adequado ao paciente" , disse Elifaz Cabral.

De acordo com o cirurgião, o processo pré-operatório é tão importante quanto o procedimento cirúrgico. " Há casos em que a cirurgia é um sucesso, mas o paciente continua andando como se tivesse deformidade nos pés" , disse. Por isso, o médico indicou sessões de fisioterapia para mudar o comportamento de alguns pacientes durante estes dois meses que antecedem a cirurgia.

" Com a formação de mais equipes, nosso objetivo é zerar a fila de espera pela cirurgia da hanseníase, o que levará mais qualidade de vida a essas pessoas que já sofreram com o preconceito" , explicou o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

De acordo com Sezifredo Paz, além da reabilitação, a cirurgia cumpre um papel importante no resgate da autoestima do paciente. " Ele ganha mais autonomia, pois sua locomoção fica facilitada e em alguns casos pode até voltar a trabalhar" , disse.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Hanseníase    Avaliação clínica    Secretaria da Saúde    Paraná   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
hanseníase    avaliação clínica    Secretaria da Saúde    Paraná   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.