Geral
publicado em 15/08/2012 às 18h42:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Embora alguns processos de memória fiquem prejudicados durante a intoxicação alcoólica, o cérebro humano é capaz de reter imagens com carga emocional nesse estado, especialmente em processos de memória inconsciente, aponta estudo da Rutgers University (EUA). Isso pode ajudar a melhorar os programas de educação e tratamento do álcool.

No teste, foram apresentadas imagens com cargas emocionais negativas, positivas e neutras a 36 homens e mulheres, com idades entre 21 e 24 anos. Todos os participantes consumiram o placebo (bebida não-alcoólica) ou uma bebida alcoólica projetada para criar um nível de álcool no sangue de 0,8 grama por litro de sangue (perto do limite permitido para dirigir nos Estados Unidos).

Na avaliação de memória explícita (ou memória consciente, como responder a uma pergunta sobre o tempo de ontem), os participantes foram convidados a tentar relembrar as imagens com todos os detalhes possíveis. Para o teste de memória implícita (ou memória inconsciente, como realizar tarefas envolvidas na direção ou levar um susto), foram mostradas 360 gravuras aos participantes (as já vistas e outras novas) e eles tiveram que determinar se cada uma delas era "real" ou um "não-real" (uma imagem distorcida eletronicamente). A velocidade dos participantes em tomar essa decisão é uma medida de memória implícita.

O resultado foi que a intoxicação por álcool prejudica a recordação explícita de todos os três tipos de imagens, embora os participantes ainda fossem capazes de recordar melhor aquelas de maior carga emocional (positiva ou negativa) do que as neutras. Em contraste, a memória implícita não foi afetada pela embriaguez. Nesses casos, os participantes tomaram decisões mais rápidas sobre todas as imagens que tinham visto anteriormente em comparação com imagens novas, principalmente se as cargas emocionais relacionadas fossem negativas.

Para a responsável pelo estudo, professora Suchismita Ray, essa conexão emoção-memória pode ajudar a melhorar os programas de tratamento do alcoolismo. "Se o álcool está ligado ao relaxamento ou à diversão, não podemos apagar essas associações. Mas talvez possamos fortalecer as ligações implícitas entre o uso do álcool e consequências emocionais negativas para ajudar as pessoas no futuro", disse.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Memória implícita    memória inconsciente    intoxicação alcoólica    Rutgers University    Suchismita Ray   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.