Geral
publicado em 14/08/2012 às 15h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Koraorganics
Ingestão diária de cacau melhora desempenho cognitivo global de pessoas mais velhas
  « Anterior
Próxima »  
Ingestão diária de cacau melhora desempenho cognitivo global de pessoas mais velhas

Consumo diário de cacau pode melhorar o comprometimento cognitivo leve, de acordo com pesquisa publicada pela American Heart Association.

Pesquisa sugere que os flavonoides presentes no cacau, e também encontrados em frutas e no vinho tinto, protegem os neurônios de lesões, melhorando o metabolismo e sua interação com a estrutura molecular responsável pela memória, além de, indiretamente, melhorar o fluxo sanguíneo cerebral.

Cada ano, mais de 6% das pessoas com 70 anos ou mais velhos desenvolvem transtorno cognitivo leve, condição que envolve a perda de memória que pode evoluir para a demência e doença de Alzheimer.

A equipe da Universidade de L'Aquila, na Itália, avaliou 90 idosos com transtorno cognitivo leve separados em grupos para consumir diariamente 990 miligramas; 520 mg ou 45 mg de uma bebida de leite com cacau rico em flavonoides durante oito semanas.

A dieta foi restrita para eliminar outras fontes de flavonoides de alimentos e bebidas que não fossem à base de cacau.

A função cognitiva foi avaliada por testes neuropsicológicos da função executiva, memória operacional, memória de curto prazo, memória de longo prazo episódica, velocidade de processamento e cognição global.

Os pesquisadores descobriram que idosos que consumiam bebidas com níveis altos e moderados de flavonoides apresentaram melhores pontuações na capacidade de relacionar estímulos visuais a respostas motoras e na memória de trabalho.

Aqueles que bebiam diariamente bebidas com os níveis mais elevados de flavonoides tinham significativamente melhor desempenho cognitivo global.

A resistência à insulina, pressão arterial e estresse oxidativo também diminuíram em pessoas que consumiam diariamente bebidas com níveis alto e médio de flavonoides.

Segundo os pesquisadores, alterações na resistência à insulina explicaram cerca de 40% das melhorias no funcionamento cognitivo.

"Este estudo fornece evidências encorajadoras de que o consumo de cacau rico em flavonoides, como parte de uma dieta de calorias controladas e nutricionalmente equilibrada, poderia melhorar a função cognitiva. O efeito positivo sobre a função cognitiva pode ser mediada principalmente por uma melhora na sensibilidade à insulina. Ainda não é claro se esses benefícios na cognição são uma consequência direta dos flavonoides de cacau ou um efeito secundário de melhorias gerais na função cardiovascular", afirma o pesquisador Giovambattista Desideri.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Cacau    flavonoides    American Heart Association    Universidade de L'Aquila    Giovambattista Desideri   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.