Saúde Pública
publicado em 10/08/2012 às 09h52:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Imagem - Mary Ann Liebert, Inc. Publishers
Imagem - Mary Ann Liebert, Inc. Publishers
Capa do artigo AIDS Patient Care and DSTs Artigo foi feito com o resultado de um banco de dados composto por 40 estudos clínicos
  « Anterior
Próxima »  
Capa do artigo AIDS Patient Care and DSTs
Artigo foi feito com o resultado de um banco de dados composto por 40 estudos clínicos

"Cada vez mais evidências indicam que o metabolismo de certas drogas varia de homens para mulheres, e os efeitos colaterais que interferem no desempenho destes medicamentos também podem se manifestar de forma diferente. Esta é uma área crítica da pesquisa em termos de desenvolvimento de novas terapias anti-HIV," a afirmação é do diretor do Laboratory for AIDS Virus Research at Weill Medical College of Cornell University (New York), Jeffrey Laurence.

Laurence é editor chefe do artigo AIDS Patient Care and DSTs, resultado de um banco de dados criado pelo Food and Drug Administration (FDA) com 40 estudos clínicos que avaliam as diferenças de gênero na eficácia dos tratamentos antirretrovirais.

As mulheres representam quase metade da população infectada pelo HIV em todo o mundo, mas estes 15,5 milhões de mulheres tendem a estar sub-representados nos ensaios clínicos de terapias anti-HIV. Pesquisadores do FDA e da University of Texas Southwestern Medical Center (Dallas) descobriram que as mulheres representavam apenas cerca de 20% em ensaios clínicos considerados randomizados (escolhidos de forma aleatória) que foram submetidos à FDA entre 2000 e 2008. O artigo "Meta-análise das diferenças de gênero em resultados de eficácia para o HIV-positivos em ensaios clínicos randomizados controlados de Terapia Anti-retroviral (2000-2008)", compara a eficácia dos regimes de drogas anti-HIV relatados por mulheres contra homens em geral e entre vários subgrupos .

Os autores não encontraram diferenças significativas nas estatísticas clínicas entre homens e mulheres em termos de resultados no que diz respeito à carga viral após 48 semanas. No entanto, eles puderam identificar diferenças de gênero significativas favorecendo os homens com base em análises dos subgrupos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
AIDS Patient Care and DSTs    ensaios clínicos de terapias anti-HIV    terapias anti-HIV    Jeffrey Laurence    FDA   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.