Ciência e Tecnologia
publicado em 05/08/2012 às 13h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA) descobriram que adultos mais velhos que utilizam regularmente programas de exercícios para o cérebro em computadores, apresentaram uma significativa melhora na memória e nas habilidades linguísticas.

O estudo envolveu 59 participantes, com idade média de 84 anos, recrutados entre comunidade de aposentados na Califórnia. Os voluntários foram divididos em dois grupos: o primeiro usou um programa de aptidão do cérebro para uma média de 73,5 (20 minutos) sessões por um período de seis meses, enquanto o segundo utilizou o sistema menos de 45 vezes durante o mesmo período. Os investigadores descobriram que o primeiro grupo demonstrou melhora significativamente maior na memória e nas habilidades linguísticas.

O levantamento, financiado pela Dakim, fabricante do software Dakim Brain Fitness, utilizado no estudo, mostra que explorar estas ferramentas pode ajudar a proteger os indivíduos contra o declínio cognitivo associado ao envelhecimento e a doenças como Alzheimer.

Doenças relacionadas com a idade e o declínio da memória afetam aproximadamente 40% dos adultos em idade avançada. Estudos anteriores demonstraram que o envolvimento em atividades mentais pode ajudar a melhorar este quadro, mas poucas pesquisas têm sido feitas para determinar se jogos e softwares de formação de memória disponíveis no mercado são eficazes. Este é um dos primeiros estudos que avaliam os efeitos cognitivos de um programa computadorizado de treinamento de memória.

O estudo foi apresentado nesta sexta-feira (03) e recebeu um Prêmio Blue Ribbon, da Associação Americana de Psicologia, durante a convenção anual da organização. Os prêmios Blue Ribbon são baseados na revisão independente, no rigor metodológico, no mérito e no impacto potencial sobre a ciência e a prática da neuropsicologia clínica.

Os responsáveis pela pesquisa foram os professores Karen Miller, do Semel Institute for Neuroscience and Human Behavior, na UCLA, e Gary Small, professor de Psiquiatria do Instituto Semel.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
fitness cerebral    programa de fitness para o cérebro    melhorar memória    habilidades lingüísticas    Dakim Brain Fitness    Karen Miller    UCLA   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.