Saúde Pública
publicado em 03/08/2012 às 10h09:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Kylzo
Em 2010, 59% da população dos Estados Unidos recorreu à internet para realizar pesquisas sobre saúde
  « Anterior
Próxima »  
Em 2010, 59% da população dos Estados Unidos recorreu à internet para realizar pesquisas sobre saúde

Estudo conduzido por pesquisadores dos Estados Unidos reúne evidências de que 56,5% dos sites encontrados por meio do Google com informações sobre segurança infantil do sono apresentam dados imprecisos ou irrelevantes. Além disso, dados mostram que 72% dos adultos do país acham que poderiam acreditar na maioria ou em toda a informação sobre saúde encontrada na internet e 70% disseram que as informações encontradas afetaram a sua saúde, suas ações relacionadas à saúde e à saúde de seus filhos. Em 2010, 59% da população dos Estados Unidos recorreu à internet para realizar pesquisas sobre saúde e pais em busca de informações para tratar seus filhos figuraram entre os principais usuários.

Em 2011, a American Academy of Pediatrics (AAP) publicou recomendações sobre a segurança do sono infantil, para reduzir o risco de síndrome da morte súbita infantil (SIDS - sigla em inglês), sufocação, estrangulamento e outras causas de mortes acidentais relacionadas ao sono. No entanto, de acordo com estudo publicado no The Journal of Pediatrics, as pesquisas em sites de busca relacionadas com a segurança do sono infantil em grande parte das vezes não refletem as recomendações da AAP.

"É importante que prestadores de cuidados de saúde percebam até que ponto os pais podem recorrer à internet para obter informações sobre segurança do sono infantil, então, agir sobre aqueles conselhos, independentemente da confiabilidade da fonte", destaca a pesquisadora envolvida no estudo Rachel Y. Moon, Children's National Medical Center, em Washington.

A equipe de pesquisa analisou a exatidão das informações sobre segurança do sono infantil disponíveis na internet, usando o Google - ferramenta de busca mais utilizada no EUA. Treze frases com palavras chaves foram criadas para refletir as recomendações específicas da AAP para segurança do sono infantil e os primeiros cem sites encontrados foram analisados para cada uma das frases (1,3 mil no total).

Dos 1,3 mil sites encontrados, 43% forneceram informações precisas, 28,1% apresentaram informações imprecisas e 28,4% forneceram informações não relevantes para a segurança do sono infantil. Quando os sites que não continham informações relevantes foram excluídos, 60,8% dos sites forneceram informações precisas.

Os tipos mais comuns de sites resultantes das frases-chave de busca foram grupos de interesse, análises de produtos de varejo e sites educacionais. Sites do governo e de organizações apresentaram maior percentual de informações precisas (80,1% e 72,5%, respectivamente). Blogs, análises de produtos de varejo e sites individuais tinham o maior percentual de informações imprecisas sobre a segurança infantil do sono (30,9%, 36,2% e 45,5%, respectivamente). Sites de notícias foram precisos apenas na metade dos casos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Google    Dr. Google    internet    pesquisas na Internet    informações sobre saúde    informações imprecisas    segurança infantil do sono   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.