Geral
publicado em 02/08/2012 às 14h50:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisa desenvolvida no Instituto de Saúde e Biotecnologia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), no município de Coari, a 363 km de Manaus, identificou os principais fatores associados ao baixo peso de recém-nascidos. Alguns aspectos estão relacionados com a idade das mães, a pouca participação das mesmas nas consultas de pré-natal, solteiras, com parto normal/vaginal e de recém-nascidos do sexo masculino.

Para o trabalho foram coletados dados de 1.733 mães e seus respectivos filhos no ano de 2007, em Coari. Destes, observou-se que a prevalência de baixo peso ao nascer foi de 6,64%.

" Os fatores associados ao baixo peso ao nascer foram: idade materna entre 14-18 anos (45,22%) e 19-30 anos (39,13%), realização de uma a três consultas de pré-natal (42,6%), mães solteiras (51,3%) e que tiveram parto normal/vaginal (57,4%). Em relação ao sexo das crianças, observou-se que o sexo masculino (52,17%) apresentou maior risco de baixo peso quando comparado ao sexo feminino (47,83%)" , destacou a pesquisadora e graduanda em biotecnologia Diana Nepomuceno.

Sob orientação da professora da UFAM, Maria Izabel Ovellar Heckmann, o trabalho ainda não é conclusivo. " Estudos futuros são necessários, a fim de se conhecer melhor os fatores de risco para o baixo peso ao nascer e por meio destes resultados iniciar planejamentos e ações de controle e prevenção junto à população de mães com crianças nascidas com baixo peso" , frisou Diana.

Em nível mundial, 14% das crianças nasceram com peso abaixo do nível considerado normal, segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância, no período entre 1995-2000.

A pesquisadora de iniciação científica explicou ainda que crianças nascidas com o peso inferior a 2,5 kg são consideradas de baixo peso ao nascer, estando este relacionado a uma série de fatores ambientais, socioeconômicos e adquiridos que devem ser considerados para cada região.

" Além disso, o baixo peso ao nascer é isoladamente avaliado como um dos mais importantes problemas de saúde pública em todo o mundo, pelo fato de ser o principal fator associado ao risco de morte no período neonatal" , afirmou.

Com informações da Fapeam

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Pré-natal    Recém-nascidos    Baixo peso    Neonatologia    Amazonas    Universidade Federal do Amazonas    Ufam    Coari   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
pré-natal    recém-nascidos    baixo peso    neonatologia    Amazonas    Universidade Federal do Amazonas    Ufam    Coari   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.