Ciência e Tecnologia
publicado em 27/07/2012 às 17h17:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Pfizer
De acordo com estudo, medicamento Zoloft é capaz de inibir infecções fúngicas mortais
  « Anterior
Próxima »  
De acordo com estudo, medicamento Zoloft é capaz de inibir infecções fúngicas mortais

Pesquisa realizada por biólogos da Texas A&M University, nos Estados Unidos, sugere que a droga Zoloft, um dos antidepressivos mais prescritos no mundo, também é capaz de inibir infecções fúngicas mortais.

Resultados mostram os efeitos da sertralina hydrocholoride (Zoloft) sobre o Cryptococcus neoformans, principal agente causador da meningite fúngica - especificamente, meningite criptocócica, que segundo dados do Center for Disease Control (CDC), tira mais de meio milhão de vidas a cada ano no mundo.

O líder do projeto Xiaorong Lin participou de um estudo prévio para selecionar na John Hopkins Clinical Compound Library um conjunto de medicamentos aprovados pela FDA, para determinar se algum deles continha agentes fungicidas. Embora a sertralina fosse apresentada apenas para inibir moderadamente efeitos de estirpes fúngicas comuns como Aspergillus nidulans - frequentemente encontrada em alimentos deteriorados - e Cândida, o medicamento demonstrou ser particularmente eficaz contra C. neoformans.

O C. neoformans é um agente patogênico fúngico potencialmente perigoso encontrado em solos de todo o mundo, que pode causar infecções sistêmicas, particularmente envolvendo o sistema nervoso central. Na maioria dos casos, as microscópicas células fúngicas de C. neoformans, transportadas pelo ar, causam colonização assintomática nos pulmões. O fungo é particularmente agressivo em pessoas com sistema imunológico debilitado e pode se espalhar para outras partes do corpo, tais como o cérebro e a medula espinhal, resultando em meningite criptocócica, que pode ser fatal.

Pesquisa em ratos com criptococose sistêmica revelou que a droga combate a infecção de forma semelhante ao fluconazol, antifúngico usado comumente desde o início de 1990. Além disso, a combinação das drogas sertralina e fluconazol demonstrou trabalhar de forma ainda mais eficiente.

De acordo com os autores da pesquisa, o fato de a sertralina ter a capacidade de reduzir a carga global fúngica nos ratos e de atravessar a barreira sangue-cérebro torna o medicamento uma opção viável de tratamento.

"O problema das drogas antifúngicas atuais é que muitas não são capazes de chegar ao cérebro", destaca Lin. "Isso traz o problema de, muitas vezes, não ser possível matar todos os fungos. O fato é que esse antidepressivo pode atravessar a barreira hemato-encefálica e entrar no tecido em concentrações elevadas."

Ainda não se sabe exatamente qual a posologia e concentração de sertralina é necessária para eliminar completamente a criptococose, especialmente a meningite criptocócica, mas a equipe de pesquisa espera que novos estudos encontrem essas respostas.

Acesse aqui o Abstract do estudo.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Antidepressivo    Zoloft    Infecções fúngicas    Meningite fúngica    Meningite   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Antidepressivo    Zoloft    infecções fúngicas    meningite fúngica    meningite   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.