Geral
publicado em 25/07/2012 às 19h13:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Merck
Foto; Vertex
Medicamento Boceprevir comercializado com o nome Victrelis Medicamento Telaprevir comercializado com o nome Incivek
  « Anterior
Próxima »  
Medicamento Boceprevir comercializado com o nome Victrelis
Medicamento Telaprevir comercializado com o nome Incivek

O ministro da saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta quarta-feira (25), durante o lançamento da campanha nacional contra hepatites virais, em Brasília (DF), a inclusão de dois novos medicamentos contra hepatite C na rede pública de saúde. O Telaprevir e o Boceprevir devem beneficiar 5,5 mil pacientes, todos portadores de cirrose e fibrose avançada, que fazem parte do grupo de maior risco de progressão da doença e de morte.

Os novos medicamentos direcionados ao tipo C devem estar disponíveis no SUS no início de 2013. Eles fazem parte da classe de inibidores de protease, a mais moderna para combater a doença em todo o mundo. O telaprevir e o boceprevir têm uma taxa de eficácia de 80% - o dobro do sucesso obtido com a estratégia convencional utilizada atualmente, que associa dois medicamentos, o Interferon Peguilato (injetável) e a Ribavirina (via oral), cujo tratamento tem duração de 48 a 72 semanas. Os novos medicamentos são administrados oralmente, e têm duração de até 48 semanas.

Com o tema "As hepatites podem estar onde você menos espera", a campanha marca o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais, comemorado no sábado (28). Está prevista uma série de ações de diagnóstico e prevenção, entre as quais, a ampliação de testes rápidos de diagnóstico e a promoção de um concurso que vai premiar trabalhos artísticos realizados por manicures e tatuadores em unhas e tatuagens com mensagens de prevenção às hepatites.

Conforme dados do Ministério da Saúde, anualmente, cerca de 33 mil casos de hepatites A, B, C, D e E são notificados no Brasil. Cerca de 1,5 milhão de pessoas estão infectadas pela hepatite C no país. A doença é responsável por 70% das hepatites crônicas, 40% dos casos de cirrose e 60% dos cânceres primários de fígado. Da infecção até a fase da cirrose hepática pode levar, em média, de 20 a 30 anos, sem apresentar nenhum sintoma.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Hepatite C    Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais    Aprevir    Boceprevir    SUS   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
hepatite C    Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais    aprevir    Boceprevir    SUS   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.