Profissão Saúde
publicado em 23/07/2012 às 21h14:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Funcionários grevistas do Hospital Federal da Lagoa, no Jardim Botânico, zona sul da capital fluminense, fizeram hoje (23) uma manifestação em frente ao prédio do hospital cobrando do governo a retomada das negociações salariais com o comando nacional de greve dos servidores públicos federais. As negociações estão suspensas desde 19 de junho. No Rio, sete das oito unidades federais de saúde aderiram ao movimento.

A auxiliar de enfermagem e diretora do Sindicato dos Trabalhadores Federais de Saúde, Trabalho e Previdência do Rio de Janeiro (Sindisprev-RJ), Cristiane Gerardo, disse que a categoria reivindica uma equiparação salarial com os servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). De acordo com ela, a diferença dos salários entre as categorias é de aproximadamente 50%.

"Em 1999, o nosso salário era equiparado com os dos servidores do INSS. De lá para cá, a gente acumula uma diferença de mais de 50%. A gente quer ser valorizado pelas funções que nós exercemos e que é primordial para qualquer sociedade, que é a questão da saúde", disse.

Os grevistas também reivindicam a realização de concursos públicos, o cumprimento das 30 horas da carga horária, além do reajuste salarial linear de 22,8%. Segundo a diretora do Sindisprev, há mais de dez anos que o governo federal não reajusta o salário dos servidores, oferecendo somente gratificações como recompensa pelo trabalho.

"O governo vem apresentando, enquanto política de valorização para o servidor, o reajuste por meio de gratificações produtivistas, o que não resolve o problema, porque o servidor, ao se aposentar, perde 50% dessa gratificação. O que a gente quer é que tenha um reajuste linear no vencimento básico", ressaltou.

O Hospital Federal da Lagoa, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que as consultas e os exames laboratoriais agendados estão sendo feitos, assim como a marcação de consultas e os demais serviços. Ainda segundo a unidade, nas cirurgias estão sendo priorizados os casos mais graves, e os procedimentos eletivos de menor complexidade serão remarcados posteriormente.

O Hospital Federal da Lagoa é referência no atendimento de média e alta complexidade, com destaque para cirurgias oncológicas, além do setor de hematologia, oftalmologia, ortopedia e otorrinolaringologia.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
greve    hospital federal    Hospital Federal da Lagoa    Sindicato dos Trabalhadores Federais de Saúde    Trabalho e Previdência do Rio de Janeiro    Sindisprev-RJ    Rio de Janeiro   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.