Saúde Pública
publicado em 23/07/2012 às 12h26:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: IAS/Ryan Rayburn
Foto: IAS/Ryan Rayburn
Foto: IAS/Steve Shapiro
Sessão da XIX International AIDS Conference (AIDS 2012) em Washington DC, Estados Unidos Diane Havlir, Vice-Presidente da AIDS 2012 e professora de Medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco Sessão da XIX International AIDS Conference (AIDS 2012) em Washington DC, Estados Unidos
  « Anterior
Próxima »  
Sessão da XIX International AIDS Conference (AIDS 2012) em Washington DC, Estados Unidos
Diane Havlir, Vice-Presidente da AIDS 2012 e professora de Medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco
Sessão da XIX International AIDS Conference (AIDS 2012) em Washington DC, Estados Unidos

A XIX Conferência Internacional sobre Aids começou, neste domingo, exaltando os recentes avanços científicos que mudaram o cenário da epidemia por todo mundo. Durante a próxima semana, mais de 23 mil delegados de 195 países vão apresentar as mais recentes pesquisas científicas e buscar saídas para assegurar a continuidade destas pesquisas em busca da cura da doença.

"Nosso retorno para os Estados Unidos depois de uma ausência de 22 anos chega em um momento de esperança extraordinário, um momento em que nós acreditamos que o fim da epidemia de Aids é possível, disse Elly Katabira presidente da Aids 2012 e da Sociedade Internacional da Aids (IAS), entidade que organiza o evento.

"Não há dúvida de que nosso progresso nos últimos 30 anos tem sido impressionante, mas a manutenção do status quo simplesmente não é suficiente", disse Diane Havlir, Vice-Presidente da AIDS 2012 e professora de Medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco. "Minha mensagem para os responsáveis pelas políticas do setor ao redor do mundo e que estejam nos observando é investir em ciência, investir na epidemia. Você vai salvar vidas."

A direção da conferência pede a todos os delegados e aliados ao redor do mundo que assinem a Declaração de Washington. O documento que visa contruir uma corrente mundial para acabar com a epidemia de AIDS através de um plano de ação de nove pontos.

Para o secretário executivo da UNAIDS, Michel Sidibé, "nossos avanços são incontestáveis, hoje, uma pessoa diagnosticada com HIV e tratada antes que a doença esteja em estado avançado pode ter uma expectativa de vida quase normal. Mesmo assim, agora não é o momento para aliviar ou mudar nosso foco. Temos que atingir nosso objetivo final de uma geração sem AIDS.

Agora é hora de criarmos novas parcerias com base com base na divisão de recursos, responsabilidade mútua e de solidariedade global. A luta contra a Aids tem mostrado que podemos nos unir para virar a maré de um ataque massivo sobre a vida humana."

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Aids 2012    Conferência Internacional sobre Aids    IAS    Sociedade Internacional da Aids    Elly Katabira    Michel Sidibé   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.