Ciência e Tecnologia
publicado em 21/07/2012 às 12h04:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Influenza grave duplica chances de uma pessoa desenvolver doença de Parkinson mais tarde na vida. É o que aponta estudo conduzido por pesquisadores da University of British Columbia, no Canadá.

Por outro lado, indivíduos que contraíram caso típico de sarampo vermelho quando crianças possuem 35% menos chances de desenvolver Parkinson - distúrbio do sistema nervoso marcado pela lentidão dos movimentos, tremores, rigidez, e nas fases posteriores, perda de equilíbrio.

Descobertas se baseiam em entrevistas com 403 pacientes com Parkinson e 405 pessoas saudáveis em British Columbia, no Canadá.

A autora Anne Harris também examinou se a exposição ocupacional a vibrações - tais como equipamentos de construção - têm impacto sobre o risco de desenvolver Parkinson. Outro estudo da pesquisadora, publicado online este mês pelo American Journal of Epidemiology, reúne evidências de que a exposição ocupacional, na verdade diminuiu o risco de desenvolver a doença em 33%, em comparação com pessoas cujos empregos não envolvem qualquer exposição ocupacional a vibrações.

Enquanto isso, Harris descobriu que aqueles que foram expostos a vibrações de alta intensidade (por exemplo, dirigir snowmobiles, tanques militares e barcos de alta velocidade) tinham um risco consistentemente maior de desenvolver Parkinson do que as pessoas cujos empregos envolviam vibrações de menor intensidade (por exemplo, operação de veículos rodoviários). " A elevação do risco ficou aquém da significância estatística normalmente usada para estabelecer uma correlação, mas era forte e consistente o suficiente para sugerir um caminho para um estudo mais aprofundado" , diz Harris.

"Não há cura ou programas de prevenção de Parkinson, em parte porque ainda não entendemos porque ocorre em algumas pessoas e não em outras", observa a pesquisadora. "Esse tipo de trabalho meticuloso de investigação epidemiológica é crucial para identificar os mecanismos que podem estar no trabalho, permitindo o desenvolvimento de estratégias eficazes de prevenção."

Gripe severa aumenta risco de Parkinson

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Gripe    Gripe severa    Parkinson    Anne Harris   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Gripe    Gripe severa    Parkinson    Anne Harris   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.