Ciência e Tecnologia
publicado em 18/07/2012 às 19h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisa divulgada esta semana pela Universidade Hebraica de Jerusalém lança luz sobre a capacidade da pluripotência(habilidade das células-tronco embrionárias de se renovar indefinidamente e se transformar em todos os tipos de célula do corpo humano).

Encontrar este caminho é um dos maiores desafios da biologia moderna e poderia acelerar o uso de células-tronco embrionárias em terapia celular e medicina regenerativa. Se os cientistas conseguirem replicar os mecanismos que possibilitam a pluripotência, eles poderiam criar células para curar doenças caracterizadas por morte celular, tais como o Alzheimer, Parkinson, diabetes e outras doenças degenerativas.

Com este objetivo, os investigadores do Department of Genetics at the Hebrew University's Alexander Silberman Institute of Life Sciences, liderados pelo doutor Eran Meshorer, estão combinando abordagens moleculares, microscópicas e genômicas. A equipe focou as vias epigenéticas, que causam mudanças biológicas sem uma mudança correspondente na sequência de DNA.

A base molecular para mecanismos epigenéticos é a cromatina. Em estudo inédito realizado por Shai Melcer, doutorando do laboratório de Meshorer, os pesquisadores descobriram que a cromatina é menos condensada em células-tronco embrionárias, permitindo-lhes a flexibilidade ou "plasticidade funcional" para se transformar em qualquer tipo de célula.

Um padrão distinto de modificações químicas das proteínas estruturais da cromatina (referido como o acetilação e metilação de histonas) permite que esta configuração seja mais flexível em células estaminais embrionárias.

Os autores descobriram, ainda, que uma proteína nuclear, a lâmina A, é uma parte importante deste segredo. Em todos os tipos de células diferenciadas, a lâmina A liga domínios compactadas de cromatina ancorando-os ao núcleo da célula. A Lâmina A está ausente em células estaminais embrionárias, o que permite uma maior flexibilidade da cromatina no núcleo da célula. Os autores acreditam que a plasticidade da cromatina é equivalente a plasticidade funcional uma vez que a cromatina é composta de DNA que inclui todos os genes e códigos para todas as proteínas em qualquer célula viva. Compreender os mecanismos que regulam a função da cromatina permitirá manipulações inteligentes de células-tronco embrionárias no futuro.

"Se conseguirmos aplicar esta nova compreensão sobre os mecanismos que dão às células-tronco embrionárias sua flexibilidade, então poderemos aumentar ou diminuir a dinâmica das proteínas que se ligam ao DNA e, assim, aumentar ou diminuir o potencial de diferenciação das células", conclui Meshorer. "Isto pode acelerar a utilização de células estaminais embrionárias em terapia celular e medicina regenerativa, permitindo a criação de células que poderiam ser implantadas em seres humanos para curar doenças caracterizadas por morte celular."

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
células-tronco    células-tronco para se transformar em qualquer célula do corpo humano    terapia celular    medicina regenerativa    da Universidade Hebraica de Jerusalém    Eran Meshorer   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.