Ciência e Tecnologia
publicado em 17/07/2012 às 13h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Jure Porenta/Depositphotos
Estudo indica que consumo diário de sal deve ser mantido em um mínimo de 6,25 gramas e máximo de 15 gramas
  « Anterior
Próxima »  
Estudo indica que consumo diário de sal deve ser mantido em um mínimo de 6,25 gramas e máximo de 15 gramas

Ingerir pouco sal pode ser tão prejudicial à saúde quanto ingerir quantidades elevadas do alimento. Estudo publicado no American Journal of Hypertension sugere que continuar estimulando redução do consumo de sal pode causar aumento em mortes por doenças do coração.

A necessidade de reduzir a quantidade de sal na dieta tem sido uma das mais recorrentes mensagens de saúde pública da última década. Atualmente, a indicação para consumo diário médio de sal é de 8 gramas a 6 gramas - aproximadamente uma colher de chá. Volume que especialistas da área pretendem reduzir para 3 gramas por dia em 2025.

No entanto, a indicação do presente estudo é que o consumo diário mínimo de sal seja de 6,25 gramas. O nível foi estabelecido por pesquisadores do Albert Einstein College of Medicine, em Nova York (EUA), após analisarem resultados de 23 estudos que destacam os efeitos do sal no corpo. A equipe alerta que consumir menor quantidade de saldo que a indicada, assim como consumir quantidade elevada de sódio, aumenta risco de ataques cardíacos e derrames.

"Os consumidores devem ser aconselhados a não tentarem reduzir o consumo diário máximo de 6g de sal por dia, mas mantê-lo a um mínimo de 6.25g e um máximo de 15g", diz o principal autor do estudo, Michael Alderman. "Para aqueles que ingerem e média 8.75 gramas dia, não há nenhuma evidência que alterar o consumo vai melhorar os resultados de saúde."

As razões que levam a baixa ingestão de sal a aumentar o risco para doenças cardiovasculares ainda não são claras. No entanto, existem evidências de que a restrição no consumo de sal aumenta os níveis de colesterol e triglicerídeos - ambos gorduras prejudiciais que causam doenças cardíacas - e conduz também a resistência à insulina (nas fases iniciais da diabetes tipo-2).

O sal desempenha um papel crucial na forma como o corpo funciona. O alimento - cloreto de sódio - é constituído por 40% de sódio e 60% de cloreto. O componente de sódio é vital para controlar a quantidade de água que circula no organismo, ajudando a transmitir sinais nervosos, contrações musculares. O cloreto auxilia no processo de digestão e no transporte de dióxido de carbono para os pulmões para a eliminação através da respiração.

Estudo publicado no American Journal of Hypertension

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Sal    Ingestão de sal    Pouco sal    6    25 gramas    Doença cardíaca    Derrame    Mortes      
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
sal    ingestão de sal    pouco sal    6    25 gramas    doença cardíaca    derrame    mortes       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.