Ciência e Tecnologia
publicado em 16/07/2012 às 09h59:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Imagem: Nicolle Rager Fuller/NSF
Nanolipogels (NLGs) são pequenos o suficiente para viajar pela corrente sanguínea e grandes o suficiente para ficarem retidos nos vasos sanguíneos com vazamento de câncer.
  « Anterior
Próxima »  
Nanolipogels (NLGs) são pequenos o suficiente para viajar pela corrente sanguínea e grandes o suficiente para ficarem retidos nos vasos sanguíneos com vazamento de câncer.

Cientistas dos Estados Unidos testaram com sucesso uma "bomba inteligente" capaz de, ao mesmo tempo, atacar o câncer e estimular o sistema imunológico.

A abordagem é baseada em minúsculas esferas ocas que ficam presas em veias com vazamento de tumores, onde liberam droga anti-câncer. Ao mesmo tempo, as esferas, chamadas nanolipogels (NLGs), liberam uma proteína que fortalece as defesas do próprio corpo. Cada NLG é pequeno o suficiente para viajar através da corrente sanguínea, mas grande o suficiente para ficar retido nos vasos sanguíneos com vazamento de câncer. Uma vez presos, eles são biodegradáveis, para liberar a carga.

Os cientistas testaram as esferas em ratos com câncer de pele - melanoma - que se espalhou para os pulmões. A abordagem retardou o crescimento dos tumores e aumentou a sobrevida das cobaias.

Segundo os autores do estudo, a nova tecnologia supera um problema com o tratamento de câncer que tem sido difícil lidar com as terapias convencionais: os tumores do câncer são conhecidos por secretar produtos químicos que confundem o sistema imunitário e as tentativas de aumentar a imunidade do paciente e, ao mesmo tempo, neutralizar o arsenal químico do câncer raramente funcionam.

Os NGLs, desenvolvidos no presente estudo, reúnem dois tipos completamente diferente de moléculas. Uma foi projetada para superar uma potente arma do câncer chamada TGF-beta, que desativa o sistema imune local. A outra, uma molécula de sinalização da interleucina, aumenta a atividade do sistema imune.

"Um problema com as atuais imunoterapias contra melanoma metastático é a dificuldade de gerir toxicidades auto-imunes, quando os agentes de tratamento são administrados por todo o corpo. Com o novo sistema de entrega nanolipogel que usamos, esperamos contornar a toxicidade sistêmica, proporcionando suporte para que o organismo a combata o tumor em seu próprio leito", diz o pesquisador envolvido no projeto Stephen Wrzesinski, da Yale University School of Medicine.

Resultados do estudo foram publicados na revista Nature Materials.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Nanolipogels    NLGs    Bomba Inteligente    Câncer    Sistema imune. melanoma      
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
nanolipogels    NLGs    bomba Inteligente    câncer    sistema imune. melanoma       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.