Saúde Pública
publicado em 15/07/2012 às 18h39:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A transferência de 11 pacientes do Hospital Central do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (Iaserj), no centro, para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na zona norte, nesta madrugada, gerou protestos de funcionários do Iaserj.

Dezenas de profissionais da saúde do hospital questionaram a transferência dos pacientes e o fechamento da unidade. Eles disseram que se sentiram acuados pela Polícia Militar.

A transferência mobilizou 40 profissionais de saúde. Entre eles, médicos, enfermeiros, assistentes sociais e bombeiros. Ela foi autorizada pela Justiça e contou com apoio dos policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, que foram conter os protestos e "assegurar integridade dos pacientes".

A Secretaria Estadual de Saúde informou que pacientes do setor de infectologia estão sendo avaliadas e ainda não foram transferidos. Não há informações sobre quantos são os pacientes que continuam no hospital nem quando serão transferidos para outra unidade.

Com o esvaziamento do Iaserj, o governo estadual pretende desativá-lo. As instalações serão adaptadas para o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Segundo os dados da Secretaria de Saúde, cresce a demanda por atendimento por este tratamento entre a população do Rio.

"A equipe recebeu os onze pacientes, fez nova avaliação e concluiu que a transferência foi um sucesso, segura e não alterou o quadro clínico destes pacientes", disse a Secretaria Estadual de Saúde em nota.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
transferencia de pacientes    Hospital Central do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro    Iaserj    Hospital Estadual Getúlio Vargas   
Comentários:
Comentar
roberto cardoso
postado em:
21/10/2010 13:12:22
A TENDÊNCIA DESTE GOVERNO É ACABAR COM O FUNCIONALISMO PÚBLICO , TENHO 33 ANOS DE IASERJ , O QUE ESTÁ OCORRENDO É UMA VERGONHA , UMA COVARDIA . OS PACIENTES NESTA REMOÇÃO FORAM TRATADOS COMO INDIGENTES . EM 2008 HOUVE UMA REFORMA NO HOSPITAL COM COMPRA DE VÁRIOS EQUIPAMENTOS . O VALOR DESTA REFORMA FOI DE 10 MILHÕES , MUITA GENTE GANHOU COM ISSO , PRA AGORA ACABAR TUDO . CADÊ O NOSSO PCS ? COMO DISSE TENHO 33 ANOS DE FUNCIONALISMO E TENHO EM MEU CONTRA CHEQUE UM VENCIMENTO DE 157 REAIS , ABSURDO . O IASERJ É O PLANO DE SAÚDE DO FUNCIONÁRIO PUBLICO NÃO PODE ACABAR . PT E PMDB UNIDOS PRA ACABAR COM VC !!!!!!!
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.