Geral
publicado em 12/07/2012 às 13h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

O cirurgião ginecológico do Hospital Lister, no oeste de Londres, Richard Smith, lança, nesta quinta-feira (12), a campanha Uterine Transplant UK, com objetivo de arrecadar as £ 500 mil (aproximadamente R$ 1,5 milhão) necessárias para a realização das cinco primeiras cirurgias para transplante de útero no país.

O médico, que passou cerca de 15 anos pesquisando o assunto, afirma que o procedimento pode beneficiar mais de 15 mil jovens britânicas que nasceram sem útero ou tiveram o órgão removido devido à doença ao ser disponibilizado pelo serviço de saúde britânico (NHS) em 8 anos. "Até 2020 este procedimento pode ser simplificado o bastante e economicamente acessivel para ser disponibilizado pelo nosso serviço de saúde."

A expectativa é que o primeiro transplante de útero da Inglaterra seja realizado em dois anos. Smith pretende utilizar uma técnica similar à dos cirurgiões turcos (primeiros a realizar o procedimento com sucesso, em 2011) o que ainda não foi feito por falta de financiamento. O britânico já realizou o transplante com sucesso em coelhos. A gestação foi iniciada em uma das fêmeas, que mais tarde acabou abortando. Existem planos para novos estudos com coelhos e com ovelhas. De acordo com Smith, se os transplantes com os animais foram bem sucedidos, a técnica poderá ser aplicada em seres humanos em dois anos.

O cirurgião britânico já escalou mais de 50 mulheres. As candidatas para a cirurgia têm entre 20 e 40 anos de idade, nasceram sem o útero ou tiveram o órgão removido por motivo de doença e têm os ovários em condições normais para produção de óvulos. O útero transplantado será de uma doadora morta e o procedimento cirúrgico deve durar quatro horas.

Ainda segundo o médico, drogas imunossupressoras impedirão que o novo útero seja rejeitado e de seis a 12 meses após o transplante, as pacientes serão submetidas à fertilização "in vitro" (FIV) para engravidar. Os partos deverão ser realizados por cesariana, devido ao fato de o novo tecido não resistir a um parto normal.

De acordo com informações publicadas pelo Daily Mail, o transplante realizado na Turquia foi o primeiro a ter sucesso, mas a paciente que recebeu o órgão e iniciou o tratamento de fertilização "in vitro" no mês seguinte, ainda não consegiu engravidar.

Conheça a campanha. Faça sua doação

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Transplante    útero    Transplante de útero    Richard Smith   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
transplante    útero    transplante de útero    Richard Smith   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.