Ciência e Tecnologia
publicado em 11/07/2012 às 17h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: University of Zurich
Foto: University of Zurich
Célula do tumor está descrita em azul e verde As células tumorais (verde) aderem sobre o endotélio (vermelho) que é ativado e se torna permeável pela ação dos mensageiros CCL2-CCR2
  « Anterior
Próxima »  
Célula do tumor está descrita em azul e verde
As células tumorais (verde) aderem sobre o endotélio (vermelho) que é ativado e se torna permeável pela ação dos mensageiros CCL2-CCR2

Cientistas da Universidade de Zurique, na Suíça, identificaram a origem da formação da metástase, principal causa de mortes entre pacientes com câncer. Estudo é o primeiro a revelar a via de metástase do câncer intestinal fora da corrente sanguínea. De acordo com os pesquisadores, resultados do projeto têm potencial para auxiliar no desenvolvimento de novas terapias contra a doença que mata cerca de 7 milhões de pessoas por ano no mundo.

Atualmente, a maioria das mortes por câncer são causadas por tumores secundários. Estes se desenvolvem por meio de metástases que se espalham pela corrente sanguínea a partir do tumor primário de um paciente. Até então, o motivo real para a propagação metastática em determinados órgãos era desconhecido.

Agora, uma equipe de fisiologistas e neuropatologistas da Universidade de Zurique identificaram o mecanismo que ajuda células metastáticas do câncer do intestino a infiltrarem em órgãos a partir dos vasos sanguíneos. Os pesquisadores Lubor Borsig e Mathias Heikenwalder demonstraram que as células cancerosas manipulam receptores específicos no endotélio dos vasos sanguíneos.

Quimiocinas (mensageiros intercelulares) desempenham um papel chave no sistema imunológico: elas podem chamar glóbulos brancos do sangue diretamente para a defesa imunológica. As células tumorais são também capazes de formar quimiocinas mobilizando células imunitárias especiais do próprio corpo, os monócitos. Consequentemente, níveis elevados de quimiocinas próprias do tumor - CCL2 - são características próprias de metástase de cânceres de mama, próstata e intestino. Até agora, níveis elevados de CCL2 eram considerados indicação de forte crescimento de um tumor e de um pobre prognóstico para a doença. Com base em experiências - "in vivo" e "in vitro" - com ratos de laboratório, Borsig e Heikenwalde mostraram que o CCL2 é muito mais do que um indicador da agressividade de um câncer. "O CCL2 ativa um receptor que lhe permite entrar na célula de câncer no intestino a partir da corrente sanguínea e realizar metástases em outros órgãos", explica Borsig. O cientista suspeita que o "porteiro" do receptor modula a penetrabilidade dos vasos sanguíneos durante a resposta imune do corpo.

De acordo com os pesquisadores, o mecanismo descoberto tem potencial para auxiliar no desenvolvimento de novas abordagens para o desenvolvimento de medicamentos para combater a metástase em cânceres de mama, intestino e próstata. "Se conseguirmos impedir as células de câncer de sair da corrente sanguínea, a metástase pode ser combatida diretamente na fonte", conclui Borsig.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Quimiocinas    CCL2    Metástases    Câncer    órgãos    Vasos sanguíneos   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Quimiocinas    CCL2    Metástases    câncer    órgãos    vasos sanguíneos   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.