Geral
publicado em 03/07/2012 às 09h49:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Free Pictures
Pesquisa indica que café possui efeito protetor contra tipo comum de câncer de pele
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisa indica que café possui efeito protetor contra tipo comum de câncer de pele

Aumentar o número de xícaras de café que uma pessoa bebe por dia pode reduzir seu risco de câncer de pele. É o que revela estudo de pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

A pesquisa, divulgada pela American Association for Cancer Research, sugere que quanto maior a ingestão de café com cafeína durante o dia, menor o risco de carcinoma basocelular, câncer de pele mais comum e menos agressivo.

"Não recomendaria, no entanto, o aumento no consumo de café com base apenas nesses dados. A descoberta engrossa a lista de condições que têm o risco reduzido por meio do consumo regular de cafeína, entre elas, o diabetes tipo 2 e a doença de Parkinson", observa a líder da pesquisa Jiali Han.

O carcinoma basocelular é o tipo de câncer de pele mais diagnosticado nos Estados Unidos. "Dado o grande número de novos casos, uma mudança na dieta que tenha quaisquer efeitos protetores pode ter um impacto importante na saúde pública", afirma Han.

Para o trabalho, Han e seus colegas analisaram dados de 112.897 participantes, dos quais 22.786 desenvolveram carcinoma basocelular durante mais de 20 anos de acompanhamento.

Os resultados indicaram uma associação inversa entre o consumo de café e os riscos para a doença. O café descafeinado, no entanto, não foi associado com a redução dos riscos. "Esses resultados sugerem que o café com cafeína é o responsável pela redução nos riscos de carcinoma basocelular. Isso seria consistente com dados já publicados sobre pesquisas feitas em animais que indicam que a cafeína pode bloquear o desenvolvimento de tumores na pele", destaca Han.

Tanto o consumo de café ou somente o da cafeína não foram associados com duas outras formas de câncer de pele mais letais, o melanoma e o carcinoma de células escamosas.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Café    cafeína    câncer de pele    carcinoma basocelular    Jiali Han    Universidade de Harvard    American Association for Cancer Research   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.