Ciência e Tecnologia
publicado em 01/07/2012 às 13h48:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Istockphoto
Segundo estudo, meditação tem potencial para beneficiar profissionais que trabalham em ambientes estressantes e com grande fluxo de informação
  « Anterior
Próxima »  
Segundo estudo, meditação tem potencial para beneficiar profissionais que trabalham em ambientes estressantes e com grande fluxo de informação

Treinar meditação pode ajudar pessoas que trabalham com informação a se manterem em tarefas por mais tempo, com menos distração, além de melhorar memória e reduzir estresse. É o que aponta pesquisa conduzida nas universidades de Washington e do Arizona, nos Estados Unidos.

Para o estudo, os pesquisadores recrutaram três grupos de 15 gerentes de recursos humanos. Um grupo recebeu treinamento em meditação, o segundo em técnicas de relaxamento corporal, e o terceiro serviu como controle. O treinamento foi ministrado durante oito semanas

Antes e depois dos períodos de treinamento, os participantes passavam por testes estressantes, onde recebiam trabalhos que levavam sua capacidade de multitarefa ao extremo, exigindo o uso de email, calendários, mensagens instantâneas, telefone e computador.

O grupo que recebeu treinamento em meditação apresentou níveis de estresse muito abaixo daqueles apresentados pelos demais grupos. Os dois outros grupos não apresentaram modificações nos testes no início e no fim do período. Os pesquisadores então pegaram o grupo de controle e aplicaram o treinamento de meditação e refizeram o teste: seus níveis de estresse caíram significativamente, exatamente como o primeiro grupo.

"Estamos encorajados por estes primeiros resultados. Enquanto há uma crescente evidência científica de que certas formas de meditação aumentam a concentração e reduz a volatilidade emocional e o estresse, até agora haviam poucas evidências diretas de que a medição pode transmitir esses benefícios para pessoas que trabalham em ambientes estressantes e com grande fluxo de informação", diz o principal autor do estudo David Levy.

"Várias pesquisas sobre a interface humano-tecnologia têm tentado criar tecnologias que aumentem as habilidades humanas," diz o co-autor do estudo Jacob Wobbrock."Este trabalho com a meditação é incomum porque ele tenta aumentar as habilidades humanas não através da tecnologia, mas por causa da tecnologia - por causa das demandas que a tecnologia impõe sobre nós e nossa necessidade de lidar com essas demandas," conclui.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Meditação    Multitarefa    Memória    Estresse    Distração      
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
meditação    multitarefa    memória    estresse    distração       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.