Geral
publicado em 25/06/2012 às 10h49:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Bodynomics
Mulheres que se exercitam em todos os níveis de intensidade tiveram menor probabilidade de desenvolver um dos tipos mais comuns de câncer de mama
  « Anterior
Próxima »  
Mulheres que se exercitam em todos os níveis de intensidade tiveram menor probabilidade de desenvolver um dos tipos mais comuns de câncer de mama

A prática de atividade física pode reduzir significativamente o risco de câncer de mama. É o que revela estudo de pesquisadores da University of North Carolina, nos Estados Unidos.

A pesquisa, publicada na revista Cancer, sugere que mulheres que se exercitaram de 10 a 19 horas por semana experimentaram um risco aproximadamente 30% menor da doença.

Para o trabalho, Lauren McCullough e seus colegas avaliaram a ligação entre atividade física de lazer, feita em momentos diferentes na vida, e o risco de desenvolver câncer de mama.

O estudo incluiu 1.504 mulheres com câncer de mama e 1.555 mulheres sem a doença que tinham entre 20 e 98 anos.

As mulheres que se exercitavam durante seus anos reprodutivos ou na pós-menopausa tiveram um risco reduzido de desenvolver câncer de mama. As mulheres que se exercitaram de 10 a 19 horas por semana experimentaram o maior benefício com um risco aproximadamente 30% menor.

As reduções de risco da doença foram observadas em todos os níveis de intensidade, e o exercício pareceu reduzir a probabilidade de desenvolver o tipo mais comum de tumor diagnosticado entre as mulheres americanas, o câncer de mama receptor hormonal positivo.

"A observação de um risco reduzido de câncer de mama para as mulheres que se envolveram em exercício após a menopausa é particularmente encorajador tendo em conta o início mais tardio da doença", observa McCullough.

Quando os pesquisadores analisaram os efeitos conjuntos de atividade física, ganho de peso e tamanho do corpo, eles descobriram que as mulheres ainda ativas que ganharam uma quantidade significativa de peso, especialmente após a menopausa, tiveram um risco maior de desenvolver câncer de mama, indicando que o ganho de peso pode eliminar os efeitos benéficos do exercício sobre o risco da doença.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Câncer de mama    exercício físico    menopausa    University of North Carolina    Lauren McCullough   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.