Geral
publicado em 18/06/2012 às 13h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisa publicada na revista Science Translational Medicine revela que pessoas com diabetes tipo 1 que sofrem um ataque cardíaco apresentam uma grave inflamação e correm maior risco de morte e de complicações.

Os resultados sugerem que esse dano crônico decorre de problemas no sistema imunológico dos pacientes que enfraquece o músculo cardíaco e é mais prevalente entre pessoas com diabetes.

No presente trabalho, a pesquisadora Myra A. Lipes e sua equipe do Joslin Diabetes Center identificaram o fator que desencadeia uma resposta autoimune contra o tecido do músculo cardíaco após um ataque cardíaco. Além disso, eles desenvolveram uma maneira de parar sua ação seletivamente.

A pesquisa abre portas para possíveis formas de melhorar os resultados de pacientes com diabetes tipo 1 após infarto do miocárdio.

Os pesquisadores focaram no diabetes tipo 1, que tem o infarto como responsável por 65% das mortes. Em comparação com a população em geral, as pessoas com diabetes tipo 1 são 13 vezes mais prováveis de morrer de doença cardíaca.

Eles estudaram um modelo de rato com diabetes tipo 1 humano. Os pesquisadores descobriram que uma forma de miosina, alfa-miosina, desencadeia o desenvolvimento de autoimunidade após um ataque cardíaco. Na verdade, este sinal autoimune surge temporariamente após o infarto do miocárdio na população em geral, mas normalmente o corpo é capaz de desligá-lo.

Na maioria das pessoas com diabetes do tipo 1, no entanto, o sistema imune não é capaz de desligar esta resposta e uma intervenção é necessária para parar o ataque sobre o músculo cardíaco.

Neste estudo, os pesquisadores foram capazes de bloquear a resposta autoimune induzindo a tolerância imunológica à alfa-miosina. Este estudo, portanto, fornece um caminho para futuras intervenções para proteger o coração.

Utilizando um painel de exames de sangue recentemente desenvolvido, eles foram capazes de detectar auto anticorpos cardíacos em 15 de 18 (83%) dos pacientes.

Segundo os pesquisadores, o estudo revela o papel potencial para o uso desses testes que identificam auto anticorpos para detectar inflamações cardíacas graves.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Diabetes    Diabetes tipo 1    Ataque cardíaco    Infarto    Autoimunidade    Myra A. Lipes    Joslin Diabetes Center   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Diabetes    diabetes tipo 1    ataque cardíaco    infarto    autoimunidade    Myra A. Lipes    Joslin Diabetes Center   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.