Ciência e Tecnologia
publicado em 08/06/2012 às 18h17:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Os exames PET (Tomografia por emissão de pósitrons) e CT (Tomografia computadorizada), voltados para a detecção do câncer e ainda pouco utilizados no Brasil em relação a alguns países, vem sendo mais indicados por cardiologista brasileiros. O objetivo é aplicar o diagnóstico na pesquisa de viabilidade miocárdica, que mostra áreas do coração que não foram totalmente comprometidas por um infarto ou aquelas áreas do músculo cardíaco que permanecem vivas, mesmo quando recebem pouco sangue pela doença arterial coronária por período prolongado.

Segundo a chefe da seção de medicina nuclear do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, Paola Smanio, essas áreas do músculo cardíaco podem deixar de ser identificadas por outros exames não invasivos. Isso pode ser determinante no diagnóstico, prognóstico e acompanhamento da doença, já que é o único exame que mostra o metabolismo do músculo cardíaco e, desta forma, áreas que podem ser preservadas quando o fluxo sanguíneo que chega até elas é reestabelecido.

Outras indicações para os exames são a identificação e a avaliação da extensão e gravidade das placas de aterosclerose nas artérias, além da medida de fluxo sanguíneo, informação importante em casos de estenoses - estreitamentos em várias artérias.

Segundo a cardiologista, " o exame PET traz informações funcionais e moleculares dos órgãos enquanto o exame CT fornece informações sobre a anatomia como tamanho, formato e localização. A combinação destas duas tecnologias, em um único exame, o PET-CT é de grande auxílio aos médicos no processo de decisão clínica" , afirma a especialista.

Atualmente, pela possibilidade de avaliar moléculas marcadas, o PET também vem sendo empregado em estudos experimentais, com animais e, de forma preliminar, em humanos, principalmente nos Estados Unidos e em alguns países da Europa, para identificar placas de ateromas em algumas artérias, como as carótidas, além de acompanhar o crescimento de células miocárdicas e de novos vasos (angiogênese, terapia por células tronco, entre outros experimentos).

Ainda de acordo com a cardiologista, o PET-CT possivelmente se tornará muito importante para avaliar essas terapias regenerativas também em humanos? conta a cardiologista.

A Agência Nacional de Saúde (ANS) ainda não aprovou o exame para uso na cardiologia. Alguns planos de saúde cobrem a técnica apenas para detecção de câncer pulmonar e linfomas, já que o custo no Brasil ainda é muito alto. " Nos próximos anos os avanços em cardiologia nuclear irão aprimorar as imagens o que permitirá expandir a capacidade de diagnosticar e tratar alterações em fases muito iniciais de doenças, evitando a progressão de muitos distúrbios cardiovasculares" , conclui a médica.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
tomografia    PET-CT    PET    Tomografia por emissão de pósitrons    CT    Tomografia computadorizada    cardiologia    Instituto Dante Pazzanese    Paola Smanio   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.