Geral
publicado em 01/06/2012 às 16h37:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Imagem: GUK Komunikazio Aholkularitza
O pesquisador José Maria Mato
  « Anterior
Próxima »  
O pesquisador José Maria Mato

Pesquisadores do Center for Cooperative Research in Biosciences, na Espanha, desenvolveram o primeiro teste não invasivo para o diagnóstico da doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD).

Atualmente o diagnóstico da condição é feito histologicamente e requer a biópsia do fígado, um procedimento invasivo cujo resultado é propenso a erros.

Técnicas de imagiologia de diagnóstico, tais como RMI ou ultrassom, além da biópsia do fígado, medem gordura, mas não distinguem o grau da doença.

Dadas essas limitações da biópsia hepática e das técnicas de diagnóstico por imagem, os pacientes com esteatose hepática podem se beneficiar do novo método não invasivo.

NAFLD é uma doença progressiva que evolui de uma simples acumulação de gordura (esteatose) até uma esteatohepatite não alcoólica ou NASH (inflamação ao redor da gordura).

A pesquisa, realizada entre 2009 e 2011, analisou 467 pacientes biopsiados, 90 dos quais tiveram histologia normal, enquanto, das pessoas diagnosticadas com NAFLD, 246 tinham esteatose e 131 NASH.

Uma análise de 700 metabólitos de soro (incluindo aminoácidos, glicerolipídeos, fosfolipídeos, esfingolipídeos, ácidos gordos, acilcarnitinas e ácidos biliares) foi realizada por meio de uma técnica conhecida como cromatografia líquida de espectrometria de massa de ultra-desempenho.

Segundo o pesquisador José María Mato, a análise dessa grande quantidade de informações metabolômica revelou que o diagnóstico de NAFLD depende do índice de massa corpórea ou IMC dos pacientes, indicando que o mecanismo patogênico da NAFLD pode variar dependendo do grau de obesidade do indivíduo.

"A metabolômica é definida para permitir o diagnóstico precoce de doenças complexas, tais como doenças neurodegenerativas e cardiovasculares, e também pode ser utilizada para monitorizar a resposta ao tratamento", explica Mato.

Baseados nestes dados, os pesquisadores desenvolveram o primeiro teste não invasivo de diagnóstico da doença hepática gordurosa.

A abordagem se baseia em um modelo multivariante estratificado em função do IMC, e com base nos metabólitos presentes no soro capazes de distinguir entre esteatose e NASH.

A equipe destaca que o teste metabolômico, que já está sendo comercializado, tipifica corretamente NASH em 94% dos pacientes.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
doença hepática gordurosa    NAFLD    teste não invasivo    Center for Cooperative Research in Biosciences    José María Mato   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.