Saúde Pública
publicado em 28/05/2012 às 18h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A Associação Médica Americana já pediu o fim da figura do mascote Ronald MacDonald's. Organizações que representam médicos de todas as especialidades no Reino Unido, exigiram que marcas como McDonald's e Coca-Cola sejam proibidas de patrocinar eventos como os Jogos Olímpicos. A Associação Médica Australiana propôs uma taxa extra sobre estes alimentos a fim de diminuir o consumo.

Por todo o mundo, os profissionais de saúde se movimentam para minimizar os efeitos das junk foods (fast foods), classe da qual o hambúrguer é um dos principais representantes.

De acordo com o presidente do Departamento de Endocrinologia da Associação Paulista de Medicina (APM), o endocrinologista João Roberto de Sá, a Organização Mundial de Saúde (OMS) vem se movimentando para criar políticas que reduzam ou mesmo proíbam as propagandas deste tipo de alimento para crianças e jovens, além de buscar mudanças na formulação destes alimentos, diminuindo as gorduras e o sal.

"Os fast foods têm poucas fibras, são ricos em sódio, em gorduras (em geral trans) e muito calóricos. Aqui no Brasil, várias escolas já estão proibindo frituras, sanduíches, entre outros fast foods. Como consciência da classe médica acredito que o país está se posicionando de forma correta nesta campanha mundial. Nossa maior preocupação é a explosão da obesidade e junto com ela doenças como o diabetes e suas complicações. A medicina que buscamos é a preventiva, é sensibilizar a criança e o adolescente, impedindo o inicio do processo da obesidade neste momento," completa o especialista.

Uma longa história

No dia 28 de maio é comemorado o Dia Mundial do Hambúrguer. Para a grande maioria dos consumidores em todo mundo o hambúrguer teria sido criado na cidade de Hamburgo, na Alemanha, em meados do século 17, de onde se originou seu nome.

Mas a origem do mais conhecido dos fast foods é bem mais antiga. Genghis Khan (1167-1227), o "imperador de todos os imperadores", e seu exército de cavaleiros mongóis, acharam uma forma de se alimentar em movimento, usando carne de cavalo ou carneiro, moída debaixo da cela de seus animais, enquanto cavalgavam. Estaria lá, no século XII, na Mongólia, e já pela necessidade de não perder tempo, a origem do nosso Hambúrguer.

No Brasil, o alimento foi introduzido pelo americano Robert Falkenburg, campeão de tênis em Wimbledon, que abriu, em 1952, no Rio de Janeiro, a primeira lanchonete BOB's, seguindo os padrões americanos. Com o sanduíche chegaram, ainda, o milk shake e o sundae.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Dia Mundial do Hambúrguer    Fast Food    Junk Food    APM    João Roberto de Sá    OMS      
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Dia Mundial do Hambúrguer    Fast Food    Junk Food    APM    João Roberto de Sá    OMS       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.