Geral
publicado em 23/05/2012 às 19h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Corbis Free
Segundo estudo, atividade física vigorosa reduz o risco de psoríase em mulheres
  « Anterior
Próxima »  
Segundo estudo, atividade física vigorosa reduz o risco de psoríase em mulheres

Pesquisadores do Brigham and Women's Hospital, nos Estados Unidos, descobriram que a prática de atividade física vigorosa reduz o risco de psoríase em mulheres.

A pesquisa, publicada na revista Archives of Dermatology, sugere que o equivalente a 105 minutos de corrida ou 180 minutos de natação ou tênis, está associado a uma redução de 25 a 30% no aparecimento da doença.

A psoríase é uma doença imunológica caracterizada por inflamação sistêmica e descamação da pele. A atividade física tem sido associada com um risco reduzido de doenças caracterizadas por inflamação sistêmica, incluindo diabetes tipo 2, câncer de cólon, doença da artéria coronária e câncer de mama.

Para o estudo, Hillary C. Frankel e seus colegas avaliaram dados de 86,665 mulheres que não tinham psoríase no início da pesquisa e que completaram questionários de atividade física em 1991, 1997 e 2001. Os investigadores documentaram 1.026 casos incidentes de psoríase conforme eles examinaram a associação entre atividade física e a doença.

As mulheres mais fisicamente ativas tiveram um risco relativo menor de psoríase em comparação com as menos ativas. A caminhada não foi associada com um risco reduzido a doença, de acordo com os resultados do estudo.

Entre as atividades individuais vigorosas avaliadas, a corrida e os exercícios aeróbicos ou de relaxamento foram associados com um risco reduzido de psoríase.

Os autores sugerem que a forma por meio da qual a atividade física pode reduzir o risco de psoríase merece um estudo mais aprofundado.

"Além de proporcionar outros benefícios à saúde, a participação no exercício vigoroso pode representar uma nova medida preventiva para mulheres com alto risco de desenvolver psoríase. Outros estudos comprobatórios e investigações complementares sobre os mecanismos pelos quais a atividade física protege contra o surgimento de psoríase são necessários", concluem os pesquisadores.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Atividade física    Psoríase    Corrida    Brigham and Women's Hospital    Hillary C. Frankel   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Atividade física    psoríase    corrida    Brigham and Women's Hospital    Hillary C. Frankel   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.