Ciência e Tecnologia
publicado em 18/05/2012 às 11h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: AAschool/UK
Pesquisadores coletaram dados referentes a um mês de utilização da internet de 216 estudantes de graduação da Universidade do Missouri
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadores coletaram dados referentes a um mês de utilização da internet de 216 estudantes de graduação da Universidade do Missouri

Jovens deprimidos utilizam a internet de forma diferente de seus pares sem sinais da condição psicológica. A afirmação é de pesquisadores Missouri University of Science and Technology, nos Estados Unidos, que analisaram padrões de uso da internet entre universitários.

Utilizando dados coletados da rede da Universidade do Missouri, os pesquisadores identificaram nove padrões diferentes de uso da Internet capazes de indicar depressão. Por exemplo, alunos que apresentam sinais de depressão tendem a usar mais serviços de compartilhamento de arquivo, como também a utilizar a Internet de uma forma mais aleatória. Outro padrão observado relacionado à condição psicológica é o hábito de navegar em várias paginas e usando várias aplicações ao mesmo tempo.

Os pesquisadores coletaram dados referentes a um mês de utilização da internet de 216 estudantes de graduação da Universidade do Missouri. As informações foram coletadas respeitando a privacidade dos voluntários. Para os estudantes envolvidos na pesquisa foram atribuídos pseudônimos para manter suas identidades ocultas. Antes de a equipe de pesquisa coletar os dados de utilização da internet, os estudantes foram testados para determinar se eles apresentavam sinais de depressão.

Resultados mostram que alunos deprimidos tendem a usar serviços de compartilhamento de arquivo, chats e enviar e-mails mais do que estudantes sem sintomas da condição. Alunos deprimidos também tendem a usar aplicações na rede que demandam melhores conexões - banda larga - como vídeos e jogos online.

No que diz respeito à utilização aleatória da internet - variação entre salas de chat, jogos e vídeos -, os pesquisadores defendem a hipótese que o hábito pode ter relação com a dificuldade de concentração, característica associada à depressão.

O investigador principal no estudo Sriram Chellappan está agora interessado em usar as descobertas como base para o desenvolvimento de um software que pode ser instalado em computadores domésticos para auxiliar na determinação de padrões de uso de internet que podem indicar depressão.

Acesse aqui mais informações sobre a pesquisa.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
internet    padrões de uso da Internet    depressão    nove padrões de granulação fina    indicam depressão       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.