Geral
publicado em 07/05/2012 às 19h40:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da University of Leicester, no Reino Unido, iniciaram um ensaio clínico para testar a eficácia da curcumina, pigmento encontrado no açafrão, no combate ao câncer.

A especiaria, extraída do curry, tem mostrado efeitos benéficos contra várias doenças como demência e acidente vascular cerebral (AVC).

A equipe, coordenada por William Steward, vai acompanhar 40 pacientes para avaliar se comprimidos com o pigmento podem ser incorporados ao tratamento padrão com quimioterapia no combate ao câncer de intestino com metástase.

Estudos anteriores realizados em ratos mostraram que a curcumina pode melhorar em até 100 vezes a capacidade da quimioterapia para matar células de câncer no intestino, em laboratório.

Segundo Steward, a perspectiva de que a curcumina pode aumentar a sensibilidade das células cancerosas à quimioterapia significa uma administração de doses mais baixas de medicamentos, menos efeitos colaterais e um tratamento mais longo.

Pacientes com câncer de intestino avançado geralmente recebem um tratamento chamado FOLFOX, que combina três drogas quimioterápicas. Mas cerca de 40 a 60% deles não respondem e, aqueles que aceitam o tratamento, apresentam efeitos colaterais como formigamento grave ou dor do nervo que pode limitar a terapia.

"Uma vez que o câncer de intestino se espalhou é muito difícil de tratar, em parte porque os efeitos colaterais da quimioterapia podem limitar como os pacientes suportam o tratamento. A perspectiva de que a curcumina pode aumentar a sensibilidade das células cancerosas à quimioterapia é emocionante porque isso poderia significar a administração de doses mais baixas, assim os pacientes enfrentariam menos efeitos colaterais e poderiam continuar a ter tratamento por mais tempo", afirma Steward.

No novo estudo, cerca de 40 pacientes com câncer de intestino que se espalhou para o fígado serão recrutados. Três quartos deles vão receber comprimidos de curcumina durante sete dias, antes de serem tratados com FOLFOX. O restante receberá apenas FOLFOX.

"Essa pesquisa está em um estágio muito precoce, mas investigar o potencial das substâncias químicas de plantas para tratar o câncer é uma área intrigante que esperamos que possa fornecer pistas para o desenvolvimento de novos medicamentos no futuro", conclui Steward.

Veja mais informações sobre este ensaio clínico (em inglês).

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Curcumina    Curry    Açafrão    Câncer    University of Leicester    William Steward   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Curcumina    curry    açafrão    câncer    University of Leicester    William Steward   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.