Saúde Pública
publicado em 30/04/2012 às 20h10:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: JD Howell/McMaster University
Teste utiliza uma tira de papel simples que pode detectar a E. coli dentro de minutos. As tiras são revestidas com produtos químicos que reagem com as bactérias e mudam de cor para indicar a sua prese
  « Anterior
Próxima »  
Teste utiliza uma tira de papel simples que pode detectar a E. coli dentro de minutos. As tiras são revestidas com produtos químicos que reagem com as bactérias e mudam de cor para indicar a sua prese

Investigadores da Universidade McMaster, no Canadá, desenvolveram um teste capaz de detectar a presença da bactéria E. coli em águas de praias e piscinas dentro de alguns minutos.

A nova ferramenta, que utiliza tiras de papel, vai reduzir o tempo entre a detecção e o surto de doenças, melhorando a segurança pública.

As novas tiras são revestidas com produtos químicos, chamados papeis bioativos, que reagem com as bactérias, e são impressas utilizando a tecnologia de jato de tinta semelhante à encontrada em impressoras.

Dentro de 30 minutos da amostragem, a cor do papel se altera para indicar a presença ou não de E. coli, com cores diferentes para representar formas e concentrações distintas da bactéria.

Segundo os pesquisadores, os coliformes são sempre um grande problema. Os métodos utilizados para detectar surtos são lentos e tendem a não ser portáteis, já que muitas vezes precisam passar por laboratório, causando uma defasagem de tempo entre o aparecimento de um surto e o fechamento de uma praia ou piscina contaminada.

"Um dos maiores problemas atuais é que não há nenhuma maneira simples, rápida e barata para testar águas de praias e piscinas, e certamente nenhum teste rápido para verificar se determinada água é potável", afirma o líder da pesquisa John Brennan.

No futuro, as novas tiras devem tornar possível para os consumidores verificar a água de forma acessível e fácil, sem equipamento adicional, conhecimento científico ou longas esperas.

Testes de campo das tiras estão previstos no Canadá e em todo o mundo, em regiões onde a água não tratada traz riscos para a saúde.

A equipe acredita que os resultados destes estudos ajudarão a refinar as tiras de teste e podem levar a tiras que são sensíveis o suficiente para dizer se a água é segura o suficiente para ser consumida.

McMasterUTV
Novo teste é capaz de detectar a presença da bactéria E. coli em águas de praias e piscinas dentro de poucos minutos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   E. coli    Bactéria    água    Papel bioativo    Universidade McMaster    John Brennan   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
E. coli    bactéria    água    papel bioativo    Universidade McMaster    John Brennan   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.