Saúde Pública
publicado em 28/04/2012 às 12h57:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A mortalidade infantil caiu quase pela metade entre 2000 e 2010 em todo o país, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta semana. Os resultados obtidos na amostra do Censo 2010 constatam que o número de óbitos de crianças com menos de 1 ano passou de 29,7 para 15,6 em cada mil nascidas vivas, uma queda de 47,6%.

O índice mais expressivo foi identificado na região Nordeste: as mortes passaram de 44,7 para 18,5 para cada mil crianças. Ainda assim, a região apresenta a taxa mais alta do Brasil. O menor índice é o do Sul, com 12,6 mortes.

De acordo com a pesquisa, os principais fatores responsáveis pela queda do indicador são as políticas de medicina preventiva, curativa, saneamento básico, programas de saúde materna e infantil, além do aumento do poder aquisitivo da população e dos programas de transferência de renda, como o Bolsa Família.

O IBGE também destaca que a queda da mortalidade infantil está ligada ao aumento da escolaridade materna e à redução do número de filhos por mulher, observada desde a década de 1960. Entre 2000 e 2010, a taxa de fecundidade registrou queda e passou de 2,38 crianças por mãe para 1,9. A menor taxa é a do Sudeste (1,7 filho por mulher) e a maior, no Norte, 2,47.

Ainda conforme o órgão, a taxa de fecundidade no Brasil está abaixo do chamado nível de reposição (2,1 filhos por mulher), que garante a substituição das gerações na população.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
mortalidade infantil    crianças    óbitos    IBGE    Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística    fecundidade    estatística   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.