Geral
publicado em 23/04/2012 às 19h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: US Army
Luta Greco-Romana nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Segundo estudo, asma é comum entre atletas de alta performace
  « Anterior
Próxima »  
Luta Greco-Romana nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Segundo estudo, asma é comum entre atletas de alta performace

Muitos atletas com asma podem não estar usando o melhor tratamento para sua condição e podem estar colocando sua saúde em risco em longo prazo, de acordo com um artigo publicado pelo British Medical Journal.

A asma é extremamente comum em atletas de elite e tem gradualmente aumentado em quase todas as Olimpíadas desde 1970. Em 2004, quase 21% da equipe da Grã Bretanha tinha asma em comparação com 8% da população britânica.

A crença de que medicamentos inalados para a asma, conhecidos como beta-2 agonistas ou IBAS, podem melhorar o desempenho levou a suspeitas de que alguns atletas se dizem asmáticos apenas para fazer uso do medicamento.

No entanto, estudos não encontraram nenhuma evidência de que medicamentos inalados para a asma melhoram o desempenho físico. Exames revelaram que alguns atletas foram mal diagnosticados, enquanto outros tinham asma sem saber.

Isto levou a preocupações de que alguns atletas podem estar se prejudicando ao usar o medicamento errado. Por exemplo, muitos atletas podem ter asma induzida pelo exercício que precisa ser gerenciada e tratada de forma diferente da asma rotineira.

Um estudo de 2011 mostrou que os atletas asmáticos têm consistentemente superado atletas saudáveis em todos os Jogos Olímpicos desde 2000.

Segundo os pesquisadores, isso se deve ao fato de que atletas de elite com asma têm uma compreensão detalhada de sua condição e sabem a melhor forma de controlá-la enquanto treinam.

Os cientistas concordam que o exercício, para a maioria das pessoas com asma, melhora a função pulmonar e a qualidade de vida.

"A mensagem geral é que o exercício leve deve ser recomendado para asmáticos, como parte de seu programa de manejo de sintomas", afirma Greg Whyte, da Liverpool John Moores University.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Asma    Atletas    Doença respiratória    Liverpool John Moores University    Greg Whyte   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Asma    atletas    doença respiratória    Liverpool John Moores University    Greg Whyte   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.