Ciência e Tecnologia
publicado em 03/04/2012 às 14h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Florida State University
Mohamed Kabbaj, pesquisador envolvido no estudo
  « Anterior
Próxima »  
Mohamed Kabbaj, pesquisador envolvido no estudo

Estudos sugerem que a testosterona possui efeitos anti-depressivos. No entanto, o mecanismo pelo qual o efeito se desenvolve ainda não está claro. Com objetivo de elucidar esta questão investigadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, iniciaram projeto que teve resultados publicados na Biological Psychiatry.

A equipe de pesquisadores lidera por Nicole Carrier e Mohamed Kabbaj descobriu uma via específica para o hipocampo - região do cérebro envolvida na formação da memória e na regulação da resposta ao estresse - que desempenha um papel importante na mediação dos efeitos da testosterona.

Os pesquisadores observam que é importante caracterizar como e onde os efeitos benéficos da testosterona ocorrem, para viabilizar o desenvolvimento de terapias anti-depressivas mais eficazes. Para isso iniciaram múltiplas experiências em ratos castrados adultos. Estes desenvolveram comportamentos depressivos que foram revertidos com a reposição de testosterona.

Por meio dos estudos, os pesquisadores identificaram uma via molecular chamada MAPK/ERK2 ( mitogen activated protein kinase / extracellular regulated kinase 2 : Proteíno-quinases ativadas por mitógenos/ quinase extracelular regulada 2 ) no hipocampo que desempenha um papel na mediação dos efeitos protetores da testosterona.

A descoberta sugere que o funcionamento correto da ERK2 é necessário para que os efeitos anti-depressivos da testosterona possam ocorrer. Sugere também que esta via pode ser um alvo promissor para terapias anti-depressivas.

Estudo aponta ainda que os efeitos benéficos da testosterona não foram associados a mudanças na neurogénese - formação de novos neurónios - no hipocampo, como acontece com outros antidepressivos clássicos como a imipramina (Tofranil) e fluoxetina (Prozac). Em resultados publicados pelo mesmo grupo, a testosterona mostrou ter efeitos benéficos apenas nos ratos machos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
A testosterona    hormônio sexual masculino    antidepressivo    antidepressivo propriedades hipocampo       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.