Geral
publicado em 02/04/2012 às 18h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Os níveis de oxigênio nos tumores podem ser usados para prever a recorrência do câncer de próstata em homens que ainda não passaram por sessões de radioterapia.

A pesquisa publicada na Clinical Cancer Research mostra que pacientes com baixos níveis de oxigênio (hipóxia) nos tumores têm piores resultados em um curto período de tempo e que desenvolvem recorrência poucos anos após completarem o tratamento.

Segundo os pesquisadores, o estudo pode mudar a maneira como o câncer de próstata é tratado e ajudar a garantir que todos os pacientes recebam o tratamento adequado desde o início com base em sua doença individual.

O câncer de próstata é geralmente tratado com cirurgia ou radioterapia e ainda sofre recorrência ou metástase em cerca de 25% dos homens tratados. A descoberta de indicadores, como o baixo nível de oxigênio nos tumores, permite que os médicos selecionem melhor os tratamentos mais eficazes para cada paciente, mesmo antes da entrega da radioterapia.

O líder da pesquisa, Michael Milosevic e seus colegas da University Health Network, no Canadá, mediram os níveis de oxigênio em 247 homens com câncer de próstata antes da terapia de radiação e os acompanharam por uma média de 6,6 anos.

Baixos níveis de oxigênio nos tumores previu a reincidência precoce após tratamento com radiação.

"Acreditamos que a assinatura genética de um tumor será outro preditor de recorrência promissor. Combinados, esses indicadores podem sinalizar que o câncer se espalhou em um nível previamente indetectável", afirma o pesquisador Robert Bristow, da Universidade de Toronto, no Canadá.

Milosevic e seus colegas esperam que a identificação dos fatores que influenciam o comportamento do câncer de próstata possa levar à exploração de novos medicamentos específicos para a hipóxia em tumores.

As descobertas também podem acelerar o desenvolvimento de novas estratégias de tratamento, informando os médicos sobre quando o tratamento complementar pode ser mais eficaz. "Saber o que funciona para cada paciente vai tornar o tratamento mais eficaz e melhorar os resultados para eles", conclui Milosevic.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Câncer de próstata    recorrência    níveis de oxigênio    hipóxia    University Health Network    Michael Milosevic   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.