Geral
publicado em 29/03/2012 às 12h46:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Francois Jean/University of British Columbia
Imagem mostra ilustração do vírus influenza A, célula hospedeira, e microRNAs celulares
  « Anterior
Próxima »  
Imagem mostra ilustração do vírus influenza A, célula hospedeira, e microRNAs celulares

Pesquisadores da University of British Columbia, no Canadá, identificaram pequenos "reguladores" genéticos que são sequestrados pelos vírus da gripe aviária e suína durante a infecção em seres humanos.

A descoberta descrita no Journal of Virology pode revelar novos alvos para medicamentos antivirais de amplo espectro para combater cepas atuais e futuras do vírus influenza A.

O estudo é o primeiro a comparar o papel desempenhado por microRNAs humanos, pequenas moléculas que controlam a expressão de múltiplos genes, no ciclo de vida de dois vírus de interesse para a saúde pública em todo o mundo.

No novo trabalho, a equipe de pesquisa descobriu dois conjuntos distintos de microRNAs envolvidos na pandemia de gripe suína H1N1 em 2009 e no surto de gripe aviária H7N7, com apenas um pequeno subconjunto de microRNA envolvido em ambas as infecções.

"Interações entre hospedeiros e vírus são complexas, mas nosso estudo aponta para um novo nível de comunicação cruzada entre os vírus e as células humanas nas quais eles se reproduzem", afirma o pesquisador François Jean.

Segundo os autores, a descoberta de que um número significativo destes microRNAs são transportados em micropartículas, conhecidas como exossomos, que estão envolvidas na comunicação intercelular é muito excitante. "O achado levanta a questão sobre qual o papel que estes reguladores associados a exossomos possuem no início e propagação do vírus da gripe", observa Jean.

A equipe acredita que a descoberta das assinaturas de microRNA únicas associados com o vírus da gripe e uma pandemia mortal vai auxiliar no desenvolvimento de tratamentos antivirais que não correm o risco de aumentar a resistência à drogas.

"Pesquisas futuras sobre esses microRNAs poderiam nos ajudar a desenvolver novos tratamentos antivirais, acrescentando medicamentos necessários ao nosso repertório terapêutico atual contra pandemias de gripe", conclui Jean.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Gripe    Vírus da gripe    Gripe suína    Gripe aviária    University of British Columbia    François Jean   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Gripe    vírus da gripe    gripe suína    gripe aviária    University of British Columbia    François Jean   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.