Ciência e Tecnologia
publicado em 09/04/2012 às 19h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Somente nos Estados Unidos, cerca de 20 milhões de pessoas ficam doentes por causa de norovírus a cada ano, de acordo com dados divulgados na semana passada pelo Centers for Disease Control (CDC). Muitas vezes chamada de doença do vômito, ela pode se espalhar rapidamente em navios de cruzeiro, em dormitórios e em hospitais. Dados recentes do CDC mostram que as mortes por infecções gastrointestinais mais do que duplicaram e tornaram-se uma ameaça particular para os idosos. O vírus é eliminado nas fezes do indivíduo infectado, tem um período de incubação curto e pode se espalhar rapidamente, se a lavagem adequada das mãos e outras medidas forem negligenciadas.

Apesar de os pesquisadores dizerem que as vacinas para infecções intestinais estão entre as mais difíceis de se desenvolver, uma descoberta recente pode proporcionar a informação crítica necessária para o sucesso. "Às vezes, a estrutura atômica nos dá pistas sobre como os vírus funcionam e sobre como fazer melhores vacinas", disse Thomas Smith, do Donald Danforth Plant Science Center.

Smith fez parte de uma equipe de cientistas liderada por Peter D. Kwong, National Institute of Allergy and Infectious Diseases, National Institutes of Health (NIH). A pesquisa demonstrou que o vírus possui uma estrutura que, diferente daquela de outros vírus, pois tem proteínas de estruturas semelhantes a "pirulitos", o que provavelmente lhe dá maior flexibilidade para fixar-se nas células. Existem quatro gêneros desta família de vírus, as calicivírus, com os sapovírus e norovírus sendo a principal causa de gastroenterite grave em humanos.

Smith e seus colegas descobriram que, devido à estrutura "pirulito", os anticorpos contra os norovírus podem conseguir se ligar à parte inferior mais conservada desta estrutura flexível. Isto sugere que a extrema flexibilidade da partícula de norovírus pode permitir o reconhecimento do anticorpo de superfícies protegidas que, de outra forma, poderiam ser enterradas em partículas intactas.

Esta informação dará aos cientistas uma ideia mais clara sobre como manipular vírus complexos e de como projetar e desenvolver drogas melhores para tratar as doenças que eles causam. O rotavírus, um membro de uma diferente família viral que também provoca desconforto gastrointestinal grave, principalmente em crianças, está sendo bem controlado pelo desenvolvimento recente de uma vacina.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Gastroenterite    Norovírus    Doença de vômitos    Infecção    Incubação   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
gastroenterite    norovírus    doença de vômitos    infecção    incubação   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.