Geral
publicado em 18/03/2012 às 17h58:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná confirmou, na última sexta-feira (16), quatro casos de botulismo alimentar no Paraná, ocasionados pelo consumo de um tipo de salsichão na forma crua. Os casos foram registrados nos meses de janeiro e fevereiro deste ano e confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência de São Paulo, na última semana.

Ainda segundo informou a secretaria, três casos foram registrados no município de Alto Piquiri e um caso em Iporã. Duas pessoas morreram, uma permanece internada em estado grave e uma já teve alta.

De acordo com a investigação feita pela vigilância epidemiológica, evidências mostram que os quatro pacientes consumiram o salsichão Piquiri em náilon de maneira crua, o que é hábito na região. " Chegamos a suspeitar de outros produtos de origem animal, mas descartamos porquenão conseguirmos relacionar o produto a todos os pacientes que apresentaram os sintomas de botulismo. A investigação foi concluída com o exame laboratorial do paciente e do produto consumido por ele" , disse a coordenadora do Centro de Investigação e Respostas Rápidas de Vigilância em Saúde, Angela Maron de Mello.

Interdição

Ainda durante a investigação, a Vigilância Sanitária Estadual determinou a interdição cautelar de todos os lotes do salsichão por suspeita de contaminação dos produtos por toxina botulínica. Somente a 12ª Regional de Saúde recolheu 934 quilos do produto para que sejam inutilizados. A empresa também foi orientada a parar a produção até que possa devolver ao comércio o produto seguro para consumo.

A partir da confirmação dos casos, que são raros, a Secretaria da Saúde propôs a criação de um grupo de trabalho para redirecionar as ações de fiscalização de produtos de origem animal. " As empresas terão que instituir boas práticas e os órgãos competentes irão monitorar o teor dos aditivos e dos conservantes dos produtos e também orientar a população dos riscos desses produtos. Os casos de botulismo confirmados hoje mostraram que ainda existe fragilidade nesta área" , disse o chefe da Vigilância Sanitária, Paulo Costa Santana.

Ele também orienta os consumidores para que não comprem produtos sem o selo de inspeção. " Além disso, o produto deve estar conservado adequadamente e sempre que possível deve-se assar, cozinhar ou fritar o produto antes de consumi-lo" , ressaltou Santana.

O coordenador do Centro de Apoio às Promotorias de Defesa do Consumidor do Ministério Público, Ciro Scheraiber, enfatizou que o MP vai fazer um trabalho preventivo para garantir que os produtos comercializados sejam seguros. " Vamos trabalhar junto com a Secretaria da Saúde e outros órgãos para orientar as empresas quanto às boas práticas" , disse.

O Ministério da Saúde encaminhou uma carta ao Centro de Investigação e Respostas Rápidas de Vigilância em Saúde parabenizando a equipe do Paraná pela condução e conclusão do caso.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Botulismo    Contaminação    Instituto Adolfo Lutz    Laboratório    Paraná   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
botulismo    contaminação    Instituto Adolfo Lutz    laboratório    Paraná   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.